Seguidores

domingo, 27 de março de 2022

Largo do "Poder Local" nos anos 60

Depois da publicação da "Escola Velha" é com imenso orgulho que divulgo este desenho da minha cunhada Andrea, com todos os pormenores bem parecidos à realidade dos anos 60 do século XX, veja-se as telhas, as janelas, o cruzeiro, a torre na parte de trás do cruzeiro, o lagedo e arvoredo.
Forninhos também pode sentir orgulho por esta iniciativa e expôr o que de bom se vai fazendo.  


Já foi muito depois do 25 de Abril que foram feitas obras de alargamento e calcetamento. No fundo, temos de escolher: ou modificamos os espaços por força da modernidade ou alteramos, melhoramos e preservamos. 
Neste largo, hoje do "Poder Local", Forninhos conseguiu alterar e conservar e, por isso, já não estou tão pessimista.

Parabéns Andrea e continua...

23 comentários:

  1. Um excelente desenho. Parabéns à artista.
    Abraço, saúde e bom domingo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada. É uma artista autodidata.
      Bom domingo c saúde.
      Abraço.

      Eliminar
  2. Parabéns e que realmente continue a desenhar e pesquisar a tua cunhada Andrea! beijos, chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, oxalá continue, porque este desenho ficou lindo e cumpriu o que era pretendido.
      Beijos.

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Também gostei. Muitas vezes passamos pelos lugares e nem damos conta dos pormenores.
      Boa semana, abraço.

      Eliminar
  4. Boa tarde Paula,
    Um desenho que retrata na perfeição a escola e o cruzeiro com a traça do passado, assim como os outros detalhes.
    Esta é também uma forma de preservar as memórias da vossa terra.
    Parabéns à sua cunhada Andrea!
    Um beijinho e boa semana.
    Ailime

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida, trabalhos desta natureza são memórias de Forninhos!
      A 12 de Março de 2012 sugeri fazer-se um painel/quadro, rectangular ou noutro formato, com fotografias antigas de Forninhos e afixar-se na Sede da Junta de Freguesia. Para meu espanto, foi aceite e concretizada a minha ideia!
      Também por isto, já não estou tão pessimista.
      Quem sabe este desenho da Andrea não vai lá parar também. Ficava lá muito bem. Só falta a assinatura da artista.
      Beijinho e passe uma boa semana também.

      Eliminar
    2. Boa tarde Paula,
      Apetece-me responder com este provérbio:
      «Agua mole em pedra dura, tanto dá até que fura»!
      Que bom que aceitaram a sua sugestão e vá em frente com outras ideias e tem muitas.
      Beijinhos,
      Ailime

      Eliminar
    3. As vozes de burro às vezes chegam ao céu, mas sempre que isso acontece a ideia é passada como fosse "deles".
      O mais importante é que façam algo positivo, no caso das fotos antigas em painel, além de visualmente bonito, despertam memórias sobre os antigos e menos antigos.
      Beijinhos e bom fim de semana.

      Eliminar
  5. Bom dia. Desejo uma excelente segunda-feira com muita paz e saúde. Desenho maravilhoso de um grande artista.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando falamos em artista a nossa mente está mais para pensar no mundo masculino, mas este maravilhoso desenho pertence a uma mulher, Andrea Rodrigues.
      Boa semana.

      Eliminar
  6. Boa Noite

    O " Poder Local " tenho a convicção que já teve mais "Poder" que nos dias de hoje .Atualmente não se sabe
    onde está o Poder . Em Bruxelas ?
    Somos governados de fora para dentro
    Somos " uns pobres de meia rota á mesa dos ricos " ..alguém escreveu.
    Por isso, por todo o lado o Largo do Poder Local homenageia os antigos:
    Homens , sobretudo , e Mulheres que no tempo do Fascismo , governavam as nossas aldeias e Vilas .Havia Poder.
    Funcionava .Era a proximidade. Outra
    Demografia . Outras formas de estar em Sociedade . Respeito e Dedicação.
    O Poder Local funcionava

    Hoje escrevemos para uma Junta de Freguesia um mail . A resposta é automática .Ninguém responde. Apenas
    uma máquina .
    Mas nas Campanhas Eleitorais lá se sabe o nome do Presidente . Ou ex - Presidente . A sua cor política . As suas ideias .
    Fazem jardins e parques em 15/30 dias . Inauguram duas vezes a mesma
    coisa . Depois volta tudo ao mesmo.
    Não existe Poder Local .
    Continuem. Gosto do Vosso Blog .
    O Único que visito e admiro..

    Abraço

    Boa Semana

    António Miguel Gouveia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo com tudo o que diz. Mas quem ganhou as eleições em Forninhos tem de fazer alguma coisa por quem neles confiou e não deixar as obras só para o ano de eleições!
      O orçamento mensal da Junta, dizem, é quase só para pagar os vencimentos e outras despesas correntes. Sendo assim, acredito que o que sobra mal dá "para mandar cantar um cego", mas dentro das difíceis condições existentes, a Junta tem que ter uma qualquer visão de futuro, caso contrário, como fechou a escola também a própria autarquia fechará e o Largo do Poder Local volta a ser apenas o Largo do Cruzeiro, como no passado.
      Um abraço e obrigada pela preferência!

      Eliminar
  7. Bom dia de paz, querida amiga Paula!
    Quando se une as duas coisas, dá um bom resultado.
    Gostei do que vi aqui e do senso de preservação latente.
    Tenha uma nova semana abençoada!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O resultado é tão bom que de quando em vez, Forninhos bem podia lembrar aqueles que nos oferecem imagens e objetos do passado forninhense e que nos ajudam a entender melhor o presente, o que nos rodeia.
      Beijinhos e boa semana.

      Eliminar
  8. Obrigada Andreia pelo teu desenho magnífico, que me faz recuar no tempo em que por ali passava de sacoila às costas a caminho da escola Nova, carregando o caderno de linhas, o das contas e o do desenho.
    Nesta que tão bem retratas, acho que ainda andou à escola a minha mãe e outros podendo e a vida deixando.
    Felizmente esta não morreu, deram-lhe a mão e hoje está faustosa, embora com poucos pergaminhos, ai esses, caberiam tão bem na escola Nova, coisas como o teu desenho, Andreia!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os meus pais também andaram nesta escola e eu também passava aqui a caminho da escola nova e igreja, quando o edifício já estava a cair de podre!
      Felizmente, mesmo, foi rentabilizado para o bem comum da freguesia de Forninhos, o mesmo não se pode dizer do edíficio da escola nova e sinto imensa pena, porque podia tornar-se num Espaço Museológico, numa Casa de Memória, afim de proteger objectos e avivar memórias deste povo, mas "eles" é que sabem.

      Eliminar
  9. Um desenho artístico que muito representa a querida Forninhos, gostei de ver e apreciar. Cada detalhe diz muito muito da sua história até aqui.
    Muita paz e o meu abraço.

    ResponderEliminar

Não guardes só para ti a tua opinião. Partilha-a com todos.