Seguidores

sexta-feira, 5 de julho de 2013

Dia da Freguesia 2013, 14 de Julho

No dia 14 de Julho, por iniciativa da Junta de Freguesia, Forninhos volta a realizar o "Dia da Freguesia". Desta vez para divulgar o património da nossa terra, costumes, tradições, saberes e sabores. Eis um programa interessante, em que te será dada a oportunidade de descobrir a origem do topónimo de Forninhos:


Fica aqui também o cartaz sobre o Workshop a realizar ao ar livre em São Pedro, com alguns dos elementos do grupo de trabalho dos estudos medievais:


Desta feita, Parabéns à Junta de Freguesia e às outras entidades organizadoras por esta iniciativa, que muito prestigia a nossa terra, com Votos de que tudo corra pelo melhor...E, já sabe, contamos contigo e com os teus amigos!

BEM VINDOS A FORNINHOS!

23 comentários:

  1. Que tudo corra pelo melhor e Forninhos recupere os seus valores, abra novos horizontes e tenha orgulho em si proprio.
    Motivos para isso tem de sobra. E argumentos.
    E em festa, ate sabe melhor.
    Que seja um dia feliz e se lancem sementes para o futuro.
    Voto de felicidade para todos os forninhenses.

    Francisco de Almeida.

    ResponderEliminar
  2. Há de correr tudo bem e certamente, uma bela festa ! Depois contem dela! beijos,chica

    ResponderEliminar
  3. Bom dia,
    que bom ver essa valorização dos costumes antigos, tu sabe que aqui em Mostardas cidade que nasci, tem uma festa assim como ai em Forninhos, ela é uma cidade de colonização portuguesa. Tenham uma maravilhosa festa.
    Bjos e tenha uma ótimo fim de semana.
    Anajá

    ResponderEliminar
  4. Maravillosa iniciativa para que perduren Tradiciones e Historia de una Tierra tan Rica en estos aspectos.
    Abraços.

    ResponderEliminar
  5. Estarei torcendo por Forninhos, lugar que já faz parte do meu coração!!
    Haja alegria, paz e crescimento/melhoras!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Um abraço grandão...

    ResponderEliminar
  6. Não fazem ideia da alegria que esta noticia me dá.
    Depois de seculos de abandono, silencio, e parece até desprezo, finalmente esta serra vai ter a atenção que merece.
    Nunca é tarde para se fazer seja o que for, e o interesse da arqueologia neste local só vem provar a sua importância para a história: da região, do concelho e sobretudo da aldeia de Forninhos, oxalá as suas gentes compreendam a importância desta iniciativa e da continuidade para valorizar a sua aldeia em termos históricos e turísticos, que é a única alternativa que as aldeias do interior têm de sobreviver.

    ResponderEliminar
  7. Por criticar, poderao pensar que nao gosto de Forninhos. Adoro!A tal ponto que estou solidario com iniciativas dessa indole. Mas o grau de exigencia sera cada vez maior.
    Acho que nunca sera tarde para qualquer comeco ou continuidade. A historia, sem achados de lendas e imaginacoes, vem e vira por ela propria.
    Acho que finalmente chegou a hora, com os apoios prestados para a elevacao de Forninhos, na sua historia, ser relevado, mas nao passem ao lado da historia e das nossas historias,
    Gostaria que todos juntos!

    ResponderEliminar
  8. Xico, é uma brincadeira com o IPAD que fiz. Adoro mexer e inventar, brincar,rs Hoje é 6ª feira,sr... abraços,boa noite,chica

    ResponderEliminar
  9. Embora não possa estar presente, admiro a iniciativa da JF, bem como de outros participantes neste evento. Só com muito trabalho se consegue estes projetos. Para eles, os meus parabéns.
    O meu abraço Paula,
    Manuel Tomaz.

    ResponderEliminar
  10. Maravilhoso pensar, que no espirito embuido de uniao, as pessoas da minha terra, tenham a sensacao e vontade do querer.
    Para si, cada um e harmonia com os outros.
    Dizem que o nosso Portugal estara mal.
    Mas linguas, ponham aqui os olhos por, afinal, havendo vontade e clarividencia e outras coisas, cento e alguns habitantes conseguem mostrar este belo programa.
    Mais, revelar o nosso nascimento.
    Uma coisa tenho a certeza, nasci da barriga da minha senhora mae.
    Como qualquer um de nos. Cada um na sua.
    O resto, ESTORIAS...

    ResponderEliminar
  11. Apenas me custa que na altivez de quem nos le, se submenta na redundancia do silencio, com pedestral ameacado, sem saberem o porque destas atitudes.
    Nao estar alinhado com...
    Esta alinhado com Forninhos e a vergonha de falta de coragem, dos que sabem ler, penso eu, porque saber letra, nao sera ver, morrem na inveja.
    Dou a receita> Lavem a cara, e acordem.
    Afinal, mostrar o que esta mostrado, trabalhado e o colher de dividendos.
    ENXERGUEM/SE!
    Aqui estao 4 anos dos fidedignos de Forninhos.
    Todos aceites por todos.
    Tao importantantes para voces que diariamente aqui miram, mas um simples porco assado, vos remete ao silencio.
    Os ossos engasgam, pena que para alguns, nao fiquem atravessados na garganta.
    Sem maldade, apenas para comerem menos e manterem a linha...

    ResponderEliminar
  12. Tenho de começar por elogiar quem concebeu o cartaz e também a equipa da Junta de Freguesia por promover iniciativas várias direccionadas à população forninhense, na sua maioria idosa, como sabemos. Aliás, nota-se muito bem que agora há muito mais gente a apoiar as actividades da Junta de Freguesia, em torno de um Forninhos com futuro, do que há uns anos atrás. Porquê?
    É muito bom não esquecer o passado e como se sabe, os nossos antepassados foram construtores de castros. Por aqui andou um povo muito valente chamado Lusitano. Era tão valente que outro povo, os Romanos andou muitos anos para os vencer, mas depois foram obrigados a conviver. Não sou historiadora, mas acho terá sido assim...
    Dito isto, o blog dos forninhenses continua vivo, como um espaço aberto e “ponto de encontro de todos os forninhenses e amigos de Forninhos”…um espaço de opinião que chega a todos os conterrâneos espalhados pelo mundo e só noticiará o que a Junta de Freguesia faz, se as matérias forem para benefício de todos!
    Dia 14 de Julho (Dia da Freguesia de Forninhos) será pois dada a oportunidade de descobrir a origem do topónimo de Forninhos e antes disso vai haver uma marcha popular. Segundo soube, por portas e travessas, vão encenar os forneiros. A nossa identidade talvez parta de fornos, de pão…de cerâmica…ou outra?
    Por último, ou, voltando ao princípio:
    Um workshop, com alguns dos elementos do grupo de trabalho dos estudos medievais que irão estar nas sondagens em São Pedro de facto parece-me ser uma iniciativa muito séria e não mais se deve andar para trás ou ficar parado, pois Forninhos pode ser uma terra com futuro, em termos históricos e turísticos.
    A semente será então lançada dia 14 de Julho, mas ainda não germinou, atenção!
    Da minha parte, desejo que os meios financeiros continuem a chegar para valorizar Forninhos!

    ResponderEliminar
  13. Claro.
    Quem tem coragem,sabendo escrever melhor ou pior, bota fala.
    Poderia utilizar outros termos.
    Nada me custa nos silencios acomodados mas, espero que fruto de vontades verdadeiras, sem interesses promocionais, como um tal Pires, que nao conheco, vilao de espaco sagrado, se va imiscuir.
    Simples reparo, de um nascente, EU. Da terra.
    Vao dar festa. Acho bem e bato palmas, sem grande esperanca.
    Tomara as promessas serem verdades, um dia
    Adivinhem, quem sabe e talves acertem, e o premio...

    ResponderEliminar
  14. Xico e Paula,

    Deu até vontade de pegar um avião e ir pra Forninhos e participar do Dia da Freguesia.
    Que seja muito produtivo esse dia, e que traga muitos frutos para o futuro de Forninhos.
    Um lindo Domingo! Abraços

    ResponderEliminar
  15. Olá Paula e Xico, que programa maravilhoso organizado pela vossa Junta! É de louvar programas assim, porque há que preservar e dar a conhecer o que de melhor existe nas nossas terras! Que seja um sucesso! Beijinhos e bom domingo. Ailime (Na minha aldeia tb acontecem certos eventos culturais, que por aqui só a nível de altas esferas:;))!

    ResponderEliminar
  16. Um evento que adoraria assistir, mas que espero sejam divulgadas as conclusoes neste blogue!
    Principalmente a origem do toponimo: "Forninhos"!

    Um grande abraco de amizade.

    ResponderEliminar
  17. Também conto fazê-lo, já que a minha terra tinha na idade média o nome de "lugar de Fornos". Agora se esta toponimica se referia a fornos de cozedura de cerâmica: telhas, cântaros, etc. e tal... pode ser que se tenha dado o passo e façam prova disso, se existiram esses fornos ou "barreiros".
    Já agora, aproveito para chamar a atenção de todos os forninhenses que no dia 14 de Julho "o Livro" não estará pronto, somente haverá uma exposição sobre tal obra. Mas se Deus quiser daqui a 8 dias publicarei o que falaram sobre Forninhos: terra dos nossos avós e espero eu ser a verdade e não a inverdade ou metade da verdade.
    Quanto às barraquinhas temáticas das "colectividades" soube ontem que afinal o que dizem, não é o que dizem...enfim...e fico por aqui hoje...o importante é que todos gostem e se divirtam!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em minha opinião, não podemos estar á espera de grandes novidades quanto ao topónimo de Forninhos.
      A única coisa que nos poderão dizer quanto a esta questão, é que, esta localidade já se chamou! “Fornos” e que fornos pode ter origens diversas. Nenhum historiador ou arqueólogo vai arriscar um nome sem este estar documentado, e que eu saiba, não há nenhum documento para alem das memórias paroquiais, por isso, não podemos nem devemos criar expectativas quanto a esta questão.
      No entanto, seja o que for que se diga neste livro, deve ser bem vindo, lemos e tiramos as nossas conclusões, não devemos criticar o que se faz em prol da terra, mas sim aqueles que nada fazem, e mesmo estes, se não fazem, lá terão as suas razões para não fazerem.
      Vamos lá, povo de Forninhos! Vamos dar as boas vindas a estas iniciativas, e que mais venham para bem da terra.
      Se o livro não estiver pronto na data prevista, ele virá, e nessa altura será acolhido como uma mais-valia para Forninhos, independentemente de gostarmos ou não.
      Não se pode bater em quem ainda não nasceu, nem tao pouco responder a quem está calado.

      Eliminar
  18. Ja nao me recordo bem, mas era mais ou menos assim>

    Forninhos e um jardim
    Toda a gente diz que sim
    Bonita a nossa terra
    Por esses campos alem
    Nao ha quem nao queira bem
    Desde o ceu ate a terra

    La vai Forninhos
    Cheio de saudade
    Aldeia pequenina
    Onde reina a mocidade

    Deixei de fazer determinados comentarios, nao por algum dissabor que intentaram...
    O LIVRO, esta aqui, por acabar, por ser escrito no dia a dia.
    Os rostos estao ca gravados.
    Os nomes, costumes e tradicoes.
    E historias e estorias.
    Umas bonitas, outras nem tanto
    Apenas o retrato de uma aldeia por quem a respeita.
    E voces, amigos, de tanta parte do mundo, o testemunham com a vossa bondade.
    Vale a pena!

    ResponderEliminar
  19. Senhor Eduardo,
    Sabe que nao me fico e nao estou adormecido relativamente a Forninhos. Estive e agora acordei!
    Faz formigas na barriga, aquilo que aqui se diz e irei fazer ate me cortarem a lingua.
    Ha gente, poucos, sei como o Senhor sabe.
    Um Homem que ama Forninhos, como eu!
    Agora nao me digam se posso ou nao criticar.
    Claro que a montanha vai parir um rato!
    Nisso estou de acordo com o meu amigo e tenho por tal.
    Qual o motivo de adiamentos consecutivos sobre a epoca medieval de S. Pedro, o famoso livro, o que falta.
    Sabe caro amigo, falta coragem!!!!
    Por nada haver a dizer e, desculpe o termo, a merda da politica.
    Quem somos ou nao somos, pouco importa, na certeza de Lusitanos.
    As nossas raizes estao na serra.
    Dali nascemos tantos seculos atras.
    O NOME DA NOSSA TERRA DEVIA SER S.PEDRO.
    Um abraco.

    ResponderEliminar
  20. Caros amigos,
    Acho que até hoje, este blog, é para Forninhos o único exemplo de cultura e instrução, mas o livro poderá sê-lo também, ou melhor, não digo que não venha a ser uma mais valia para Forninhos, mas para escrever um livro há que investigar quando se escreve história. Também há a técnica do baú, da fotografia, de monografias e jornais locais (quando os há), é verdade, mas não basta ir só ao baú das fotografias. É necessário buscar o fio de Ariadne.

    Vide: http://pt.wikipedia.org/wiki/Fio_de_Ariadne_(l%C3%B3gica).

    Aqui, no blog, vamos juntando e mostrando o que de interessante encontramos; a história do blog dos forninhenses é feita, digamos, dum “retalho” vasto de estórias, fotografias e património, mas obviamente que eu, como forninhense, achava bem compilar essa história e os autores do “Livro” não se melindrem, por achar que quem devia “deitar” mãos à obra era alguém natural da terra. Mas está de parabéns o Presidente da Junta de Freguesia de Forninhos por este projecto.
    Agora é assim: acredito que todos nós podemos contribuir para uma terra com futuro, se o fizermos JUNTOS POR FORNINHOS, mas há uma coisa que me está a escapar: o blog dos forninhenses, os contribuidores inclusive, têm de dar as boas vindas às iniciativas da Junta, etc…mas então porque é que a Junta ou outra entidade não deu (nem dá) as boas vindas a este projecto que cresceu de dia para dia? O blog dos forninhenses não é uma mais valia para a terra?
    Desculpe Sr. Eduardo, mas eu perdi muito do entusiasmo com o projecto “Livro” por causa de muitas coisas, mas principalmente por esta razão. Agora, é certo, o conteúdo só o posso criticar quando o ler!

    ResponderEliminar
  21. Possivelmente um dia irei a tribunal.
    Por coisas aqui escritas.
    Por dizer que Forninhos tem tanta e tanta riqueza, festas que nunca acabam.
    Pergunto> quanto custa o livro, o tal que ninguem sabe...
    Falta a tinta ou papel...
    Algo, com certeza!
    Qual a razao de nao ser escrito pela Senhora Professora, nada e criada na terra, que acompanha, no dia a dia, penso, os idosos que tanto podem registar.
    Caramba, tenham orgulho nos nossos!
    Se querem aqui vir, por nada ter, o que me parece, venham, mas com autorizacao de quem de direito.
    E acabem de vez comn estas palhacadas!
    Todos querem estar unidos, mas, a arrogancia medra...

    ResponderEliminar
  22. Boa tarde. Ola Forninhos!
    Hoje, este meu comentario, vai para o senhor presidente da junta de freguesia, pessoa que prezo, mas para ser amigo de outrem, nao necessito de alinhamento partidarios, alias como ontem os dois falamos.
    Agora, com um pouco de tempo e calma, analisei o Programa da Festa
    do Dia da Freguesia e sobre tal medito.

    WORKSHOP AO AR LIVRE
    / Planear o estudo arqueologico

    FORNINHOS, TERRA DOS NOSSOS AVOS
    /Exposicao sobre o trabalho desenvolvido para a criacao do LIVRO.

    ORIGEM DO TOPONIMO DE FORNINHOS
    /Demonstracao.

    Estara na lenda...
    Afinal quais as novidades, sem por em causa vontades.
    Conclusoes de algo.
    Nao bastam as festas e bar permanente.
    Bom vinho, claro, mas estes projectos, sem fim no horizonte, parecem embruxados.
    Quase apetece perguntar, no final do verao, havera novidades.
    Mas, o cao ladra e a caravana passa!

    ResponderEliminar

Não guardes só para ti a tua opinião. Partilha-a com todos.