Seguidores

quarta-feira, 30 de março de 2011

Memórias: Capela de N. Senhora dos Verdes

Recinto rodeado de pinhal e alguns ciprestes 

A Capela de Nossa Senhora dos Verdes está hoje em destaque nas nossas memórias. A foto aqui reproduzida dá-nos uma ideia da beleza deste templo nos idos anos 198-? e foi cortesia da Lurdes Lopes.
Erigida, com toda a certeza, antes do milagre de 1720, quando uma praga de gafanhotos se abateu sobre os campos da região, desaparecendo, somente, graças à intervenção de Nossa Senhora, a Capela apresenta uma “planta longitudinal”, composta por alpendre, nave, capela-mor mais estreita e baixa, com sacristia de planta rectangular adossada ao alçado lateral esquerdo. 
Nesta Capela destaca-se o remate superior do portal (frontão interrompido, com nicho formado por volutas e concheados) e os vão da fachada principal (com moldura curvilínea). Já no interior destacam-se os tectos em caixotões, na nave e capela-mor, e dos retábulos em talha dourada. No corpo da capela as pinturas do tecto exibem motivos representativos de diversos santos e na capela-mor a temática está relacionada com Nossa Senhora e Cristo.
Um local de visita obrigatória.

4 comentários:

  1. Linda!!
    Por aqui tambem temos muitas capelas, nas fazendas não ficavam sem ter a sua propria capela que eram erigidas com muito capricho como esta.
    Ainda vou mostrar algumas pra voce tambem...
    A religião contribuiu e contribui ainda para a formação de homens de bem, honrados, dignos.
    Que bom que o nosso povo tem uma religião, e adoram a Deus Criador de todas as coisas.
    bjs
    Tina (MEU CANTINHO NA ROÇA)

    ResponderEliminar
  2. Desconheço o ano em que foi tirada a foto que reproduzimos, mas sabe-se que a construção desta Capela se iniciou no ano de 1696.
    Já agora, o reboco das paredes e pintura de cor branco deixou a Capela mais bonita, mas acho que a entrada do Alpendre (tipo Arco) no passado era muito linda e foi uma asneira nas últimas obras realizadas (2009-2010) não terem mantido as características primitivas, penso que a rectificação podia e devia ter sido feita.
    Muito mais fica por dizer…um dia, lá chegaremos (à sua rectificação), espero.

    ResponderEliminar
  3. Esta foto já foi tirada á mais de trinta anos , pode-mos reparar no eucalipto e no cedro do lado que eram tão pequenos, e agora o tamanho que têm, embora o eucalipto já não existir.
    A nossa capela é muito bonita.

    ResponderEliminar
  4. Eu acho que esta foto deve ter sido tirada no ano de 1988, e pouco depois da picagem dos rebocos exteriores (antes as paredes exteriores da Capela eram rebocadas com cal). Foi nesse ano que também colocaram a placa de betão no alpendre e substituíram a cobertura (aliás nota-se perfeitamente nesta foto que o estado do telhado é novo).
    No ano seguinte (1989) é que foi colocado o chão de mosaico no alpendre.
    Agora reparem bem no aspecto do recinto após as seguintes obras:
    - 1982/1985 - obras levadas a cabo pelo Instituto José de Figueiredo, para limpeza e conservação da talha dourada e pintura;
    - 1988 – Colocação de placa de betão no alpendre, substituição das coberturas, picagem dos rebocos exteriores;
    - 1989 – Colocação do mosaico no piso do alpendre.
    De certeza que aquando destas obras houve o cuidado de proteger o Terreiro, mas já agora comparem com as obras de 2009/2010!
    As fotografias antigas são documentos importantes, ajudam-nos também a melhor conhecer a história das nossas riquezas.

    ResponderEliminar

Não guardes só para ti a tua opinião. Partilha-a com todos.