Seguidores

sexta-feira, 13 de junho de 2014

Do quintal do sr. João

Já no rescaldo da festa da Senhora dos Verdes, encontramos nos arredores da aldeia o nosso bom amigo João Albuquerque que tanto tem acarinhado este espaço desde o seu início, ele que com tantos anos de cidade tem uma ternura imensa pela sua/nossa terra, mas o que mais o apaixona são as árvores.
Fez o convite: "passai lá pelo quintal e podeis ver como está bonito, tirais as fotos que quiserdes e colocais lá no blog e com este calor, sempre descansais um pouco debaixo da latada e conversamos um pouco".
Claro que aceitamos e guiados por este anfitrião de excelência, aqui deixamos uma pequena amostra de uma tarde bem passada:

Cerejeira

Cerejas e Uvas

Kiwis
Amoras

Groselhas
Figos Lampos
Abrunhos
Morangos
Já no resguardo da sombra, ainda comentava que era uma pena a groselha estar pequena pois teríamos sido presenteados com um belo refresco...tudo isto enquanto um pequeno rádio lançava melodias, dizia que era para afugentar a passarada, principalmente os estorninhos que lhe comiam as cerejas e ficava mais bonito que os espantalhos. Cá para mim, acho que os chamava ainda mais...
Bem haja, João!

33 comentários:

  1. Mas que beleza! pena eu estar tão longe! Senão até eu me convidaria para aparecer lá nesse quintal do Seu João e sentar sob essa sombra, bater papos e comer essas frutas deliciosas! Um abraço para ele!

    beijos, tudo de bom e adorei as fotos! Lindo fim de semana,chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por isso e face a distancia, aqui tentamos levar as coisas belas da nossa querida aldeia, tal como um convite.
      Beijo, Chica.

      Eliminar
  2. Fala para o sr João que eu adorei o quintal dele! Valeu mesmo tirarem as fotos! Tudo muito lindo e bem cuidado! bjs,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que falarei apesar de saber que ele o vai ler.
      E tal como a gente, ficara contente.
      Beijos, Anne.

      Eliminar
  3. Muitíssimo lindo esse quintal! Tantas frutas lindas... Nunca tinha visto Kiwis na árvore, amei!
    Parabéns para Sr João!
    Abraços e um bom fim de semana...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Comungo os parabens consigo, Anete.
      Os mais curioso, tal como os kiwis ter outros frutos que nao sendo endogenos de Forninhos, ali se sentem como se fosse o seu habitat natural!
      Abraco grande.

      Eliminar
  4. Lá diz o rifão: Deus põe a bênção onde o Homem põe a mão.
    Não foi a 1.ª vez que fui ao quintal do Sr. João, mas foi a 1.ª vez que vi groselhas de verdade! Adorei, porque só conhecia aquela do refresco e percebi que hoje em dia qualquer quintal, em Forninhos, poderia ter este arbusto! Não comi, mas achei esta frutinha linda e parecida com os bagos de uva (mini-bagos).
    Obrigada!
    Quando falamos com o Sr. João ficamos com a sensação que é louco (no bom sentido, claro) por árvores, em especial, de fruto, como tal lhe dá toda a atenção, não porque delas depende a sua sobrevivência, mas porque ama a natureza que é soberana em beleza e pródiga em abastança.
    Um abraço, tudo de bom e até à volta!
    E...Parabéns Xico pelas excelentes fotografias,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sabes, por vezes acho que a Sra. dos Verdes tem um pouco de mais carinho pela nossa aldeia, nao tera sido por acaso, porventura, que la tem a sua morada...
      No verao passado, foi uma tragedia as aldeias vizinhas fustigadas por incendios e Forninhos, quase milagre, escapou!
      Os campos hortas e quintais, anunciam um ano abundante, tal como este do Joao e de modo igual em tantos outros, andando radiantes os agricultores. Vem ano de fartura!
      No caso deste quintal, com mais variedades de arvores e arbustos de fruto, compreendo, alem do carinho, a disponibilidade de tempo, pois a maioria das pessoas dependem e muito da agricultura mais tradicional e rentosa, apesar das novas tecnologias.
      Mesmo assim, cada campo ou horta parece um verdadeiro jardim e tal como este senhor, os autenticos forninhenses nao tem pudor em mostrar com orgulho o fruto do trabalho e carinho com que usufruem a terra e o que ela oferece.
      As fotos, foi um prazer!

      Eliminar
  5. Fiz uma passeata por entre as árvores deliciando-me com os deliciosos frutos.

    Gosto de todos. Adoro fruta.

    As fotos estão um luxo!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda que poucos estejam já maduros, só por si a sombra, beleza e a tranquilidade valem a pena.
      Beijos, Elisa

      Eliminar
  6. Se todos soubessem da importância de ter um quintal repleto de frutas....
    Beijo Lisette.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda por cima, dentro da aldeia, como se diz na gíria: "ali mesmo à mão de semear...".
      Bom domingo, Lisete.

      Eliminar
  7. Abençoado Sr. João! Abençoada a vida no campo!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim vale a pena viajar, não é Nina?
      Nós tivemos o privilégio de lá estar e ousamos trazer para vocês deixarem o pensamento viajar...
      Beijo.

      Eliminar
  8. Estou como a Nina, abençoado o Sr. João e as pérolas que ele cria com tanto carinho!
    Deliciosos frutos!
    Verdadeiros tesouros E não é que eu não conhecia a árvore da groselha?
    Sempre a aprender...;))!
    Obrigada, amigos, por estas partilhas que muito me regozijam!
    Beijinhos e bom fim de semana.
    Ailime

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado nos, Ailime.
      Forninhos tem muitos cantos destes, felizmente.
      Apenas que os seus vales verdejantes diferem perante as necessidades do rentabilizar com toda a justica o mais produtivo, ja assim era antigamente e quem tem como este nosso amigo a disponibilidade de semear e cultivar um pequeno paraiso.
      Da groselha, gosto de ver apesar de quando andava no seminario, por castigo tinhamos de as apanhar durante horas para os refrescos.
      Mas em Agosto la voltarei ao quintal do sr. Joao.
      Beijinho, amiga.

      Eliminar
  9. Que bom ter pessoas que querem ver suas planta no blogger,
    Adorei as frutinhas. É uma benção ter tudo isso em casa.
    Bom fim de semana.
    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda ha em Forninhos quem reconheca este trabalho, de trazer a nossa aldeia do passado ao presente.
      Dificil, ainda por cima estando a gente a centenas de quilometros.
      Mas vale a pena e depois, basta uma sombra e continuar...
      Bem haja, Simone.

      Eliminar
  10. Xico,

    Deu vontade de passear nesse quintal e admirar essas lindas fruteiras.
    Sr. João está de parabéns por cuidar tão bem do pomar. Até Kiwis, que maravilha!
    Só não conheço abrunhos. Ou será que conheço por outro nome?
    Lindo post amigo Xico! Diga ao Sr. João que o quintal dele me encantou.
    Uma linda semana! Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lucinha amiga.
      Quem diria que Forninhos tem tambem um pouco da Nova Zelandia...
      Kiwis ja deixou de ser um exotismo por aqui e as apostas dos mais jovens agricultores, pena que poucos, vao muito alem do tradicional.
      Pena que sendo uma aldeia pequena, nao possa ir muito alem do que lhe esta endogeno, mas nos limites concelhios, sem duvida o melhor micro clima e mais saborosas colheitas.
      Ao abrunho poderia chamar de ameixa, tal a semelhanca, talvez diferenciados por estes serem redondos, tantas as variedades, formas, cores e ate sabores.
      Beijinho carinhosos, Lucinha.

      Eliminar
  11. Eu também quero ir à quinta do senhor João!!! Adorei esta reportagem.
    Fui às cerejas, a Alcongosta, no Fundão, como no ano passado, mas para o ano... ou, se calhar ainda este ano, irei a elas a Resende... ou à quinta do sr. João, onde as cerejas estão lindas... ainda tem outras frutas tão boas... e muito mais perto!!!
    Regressámos por Sortelha, Sabugal, Guarda e em Fornos de Algodres lembrei-me de vós, amigos forninhenses! Afinal, não fora a pressa de regressar à sweet home... teríamos dado um salto logo ali a Forninhos... fica para a próxima, mas gostava muito que os blogueiros, pelo menos desta zona, combinassem um picnic... pode ser perto do senhor João: cada um leva comida e o sr. João oferece a fruta!!!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa noite, Teresinha!
      Antes de agora irmos a Forninhos e gulosos por cerejas, tambem aqui as compramos a peso de oiro.
      La chegados, o oiro era o brilho delas e dos nossos olhos ao as apanharmos directamente da cerdeira.
      Teria sido bonito termos cruzado em Forninhos, afinal por ali andou tao perto e talvez ainda la estivessemos.
      Quem sabe se para o ano tal aconteca e se realize o seu e nosso desejo de um encontro mais alongado e abrangente. Ainda hoje tive conhecimento de dois grandes autocarros de excursao a passar por la em direccao a Senhora dos Verdes e seu lindo Santuario.
      Dizem que foi atraves da internet que ficaram a conhecer.
      Talvez este Blog tenha contribuido para tal, pois para isso tambem trabalhamos.
      Vamos pensar no picnic e quanto a fruta, seja do sr. Joao, Maria ou Manuel, nao faltara.
      Beijinho.

      Eliminar
    2. Teresinha, nem acredito que esteve tão perto de Foninhos!!!
      Os blogues dão-nos a possibilidade de conhecer e dar a conhecer tanta coisa, inclusivé, aldeias perdidas no interior português, que os responsáveis autárquicos nem imaginam!
      O que o XicoAlmeida referiu é só um pequeno exemplo. "Vieram através da internet" - isto foi o que ouviram. Muito trabalho se faz no blog dos forninhenses, mas pensem os forninhenses o que quiser...
      Uma das competências e responsabilidades da Junta de Freguesia é: "Apoiar actividades de natureza social, cultural, educativa, desportiva, recreativa ou outra de interesse para a freguesia". E, afinal qual é o nosso papel e o de quem tem responsabilidades ao nível autárquico?

      Eliminar
  12. Preciosa y llena de esplendor la Finca del Senhor Joao.
    La Naturaleza es bella y agradecida, plena de color y de belleza.
    Abraços.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esplendor, beleza e tanta coisa amigo Pedro.
      E aquela tranquilidade meditativa_
      Aquele piar de uma ave roubalheira que tanto palrar ate aborrece.
      Quase uma sombra ja crescida de felicidade.
      Abraco, caro Pedro.

      P.s. Tranquilo que tua Espanha ainda nao vem para casa...

      Eliminar
  13. Olá!
    Dizem cá, que no Brasil tudo que planta dá...Acho eu , que em Portugal também!
    Lindas frutas! Todas, gosto muito!
    Grande abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nao fora Portugal um jardim a beira mar plantado!
      Povo antigo que se perde na memoria e ainda pobre se continua a mostrar fidalgo da sua beleza.
      Um abraco.

      Eliminar
  14. Realmente sou um apaixonado pelas árvores de fruto, talvez para recordar os meus tempos de criança, dado que fui para Lisboa aos 15 anos; trabalhava de dia e estudava à noite. Andei na guerra colonial em Moçambique e voltei para Lisboa para continuar a trabalhar onde ainda moro. Agora que estou reformado tenho mais tempo para passar em Forninhos, dedicando-me às árvores de fruto e a semear legumes para consumo tais como, batatas, favas, ervilhas tortas, couves, pimentos, alfaces, tomates, pepinos, feijão verde, amendoins, tremoços, etc., etc.. Presentemente estou a trabalhar num terreno onde plantei cerca de 50 oliveiras de diversas qualidades e criei um zona de frutos secos composta por nogueiras, amendoeiras e aveleiras. Agora que está a passar o tempo das cerejas volto para Lisboa para ver os filhos e os netos e, passar uns dias na praia. No início de Julho volto para cá para me deliciar com as ameixas e figos lampos e, assim ou passando o tempo " cá e lá". Gosto muito de receber os amigos e rever pessoas que têm andado por esse mundo fora. Um abraço a todos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também gosto muito de rever pessoas que tive o prazer de conhecer na minha infância.
      E, este seu comentário, primo João, faz pensar...pensar que todos somos seres humanos que sonham e fazem o possível por um vida mais feliz e de mais qualidade na nossa maravilhosa terra.
      Quantos daí abalam pondo tudo à venda?
      É de louvar esta sua entrega, esta demonstração de carinho para com a natureza.
      Beijinhos e obrigada uma vez mais por tudo.

      Eliminar
  15. Esse senhor João tem autenticas arvores,eu sou mais louca por cereja e morango!! São uma fruta deliciosa,pena que a minha cerejeira ainda não tenha dado fruto mas os meus morangueiros já deram muitos morangos,tanto pequenos,como grandes,são muito bons!! Beijinhos fofinhos!! mundomusicaldacarolina.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  16. Ouve meu filho cheio de carinho,/ Ama as arvores, ama. E se puderes,/ E poderás; tu podes quanto queres,/ Vai-as plantando à beira do caminho./ Hoje uma, outra amanha, devagarinho,/ Serão em fruto e em flor quando cresceres;/ Façam os outros como tu fizeres;/ Aves de Abril que vao compondo o ninho./ A. Correia de Oliveira. ( Do antigo livro da terceira classe)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grande licao no modo tao simples e natural de aconselhar.
      Aves ao compor o ninho, vao pelo caminho deixando sementes daquilo que levam no bico e renovam a natureza.
      E aonde menos se espera vem um rebento...
      Bem haja!

      Eliminar
  17. Nunca tinha visto pé de groselha e de kiwi, e nem de cereja, sonho em ver um de cereja e comer elas in natura, deve ser muito melhor que essas em calda.♥

    PiinkCookie.blogspot.com.br

    ResponderEliminar

Não guardes só para ti a tua opinião. Partilha-a com todos.