Seguidores

sábado, 9 de setembro de 2017

Em 1939 o Porto (Forninhos) era assim


Para sabermos mais um pouco dum local que todos nós conhecemos, deixamos uma foto tirada há muito tempo atrás, por António Marques, ao seu sobrinho Virgilinho, a quem pertence esta magnífica fotografia (Obrigada Sr. Virgílio mais uma vez pela colaboração), onde se pode ver o ainda existente Cruzeiro do Porto, mas adorava ver esta fotografia com maior resolução, porque talvez alguém pudesse identificar os adultos.

20 comentários:

  1. Que bom que enviaram essa foto! Te mandei um email agora! bjs, tudo de bom.,chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já editei. Bem-haja. Eu julgo que não vai ser fácil pelo facto de a criança da foto hoje ter mais de 80 anos, mas quem sabe?!
      Bj/bom fds.

      Eliminar
  2. Excelente testemunho de tempos antigos. Que bom que haja gente capaz de guardar por tantos anos essas verdadeiras relíquias históricas.
    Um abraço e bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo, da minha parte, só tenho de agradecer aos que connosco têm colaborado.
      Esta foto, para mim, reflecte a forma como nas aldeias se vivia em harmonia com a natureza e com os animais.
      Bom fim de semana.
      Abraço.

      Eliminar
  3. É uma relíquia onde se nota a magia do rural! Bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida. Apesar do trabalho duro quem tirou esta foto (António Marques), sem querer, eternizou um quadro encantador.
      Bj/bom domingo.

      Eliminar
  4. Bela recordaçáo e sentimento.
    1939 -Meu pai tinha dois anos. Decorria o imenso calvário de
    meu avô Francisco para criar três filhos. Julgo que por esse
    ano nasce a minha primeira tia.O Mundo envolve-se no Calvário
    da 2 Guerra. Tenho meu pai e um tio e tia todos vivos , Deus
    sabe , até quando ! A fasquia dos 80 é atingível ás vezes sem
    nenhuma qualidade de Vida.

    Bfs
    Abraço
    MG

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O pai do pequenito da foto foi mobilizado para a Primeira Guerra Mundial. Foi das mais carismáticas e marcantes personalidades da nossa terra, à época: Sr. José Bernardo.
      O António não conheceu o Sr. Virgílio(do Café)? É o pequenito da foto.
      Bom domingo.
      Abraço.

      Eliminar
    2. Ola, Paula:

      Obrigado. Claro que sim..
      O Sr Virgilio ( o seu café ) tinha o telefone para comunicar com a familia. Quer entre a familia do Ti Antonio "Grilo" quer para ligar para a Madeira para minha Mãe ,que ficava sempre preocupada quando me metia á estrada nas noites de Sexta - Feira, até Forninhos.Eram 4 horas de viagem ,ou até mais depois de nasceram os miúdos ,mas gostava.
      O Sr.Virgilio e a esposa foram ,por isso,das pessoas de Forninhos que eu aprendi a admirar.
      Sempre disponiveis e afáveis .
      Estamos a falar de 90/91/92 ....quase há 30 anos..
      Sendo assim ,o Sr Virgilio terá 81/82 anos,espero...

      Abraço
      MG

      Eliminar
    3. Sim, para aí 81/82 anos.
      Um abraço e uma boa semana.

      Eliminar
  5. Uma foto histórica e significativa! Retrata sim fatos importantes de Forninhos.
    Abraço carinhoso neste domingo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gosto tanto de fotos antigas, elas não são só uma imagem, são memória e têm o poder de trazer ao de cima um pedaço da nossa história passada.
      Bjo/boa semana.

      Eliminar
  6. Relíquias de antanho que são páginas do livro da vida.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E que maravilha são estas páginas a preto e branco!

      Beijinhos.

      Eliminar
  7. Permitam que em primeiro, agradeça ao Sr. Virgílio o nos ter confiado esta foto, das mais antigas porventura do pequeno arquivo que particulares guardam com todo o orgulho e nos vão disponibilizando, certos que engrandecem o memorial da nossa terra.
    Recordo-me de passar neste mesmo local em miúdo e frente a este cruzeiro, "termos" de nos benzer em sinal de respeito.
    Tantos anos passados, ele, o cruzeiro, por lá continua no mesmo local, tal como os terrenos em frente, porventura posse de outros donos que já não pertencem à família do Sr. Virgílinho.
    Quem sabe se um dia outros retratos não virão dessa época, de pessoas que como este Senhor partilha coisas e registos da sua vida pessoal.
    Bem Haja!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem-hajas também tu.
      Concordo que este Cruzeiro sempre esteve ali, mas acho que já houve ali uma ligeira mudança, não do local, mas a base quadrangular foi elevada a um nível superior, porque como a rua foi elevada, elevaram também o Cruzeiro. É o que me parece.
      - Se um dia outros retratos não virão dessa época?
      - Eu nunca pensei conseguir fotos anteriores a 1940, no entanto, já obtivemos uma foto de 1937 e outra tirada nos anos 20 do Séc. XX; e agora mais esta de 1939. Assim, no meu dicionário existe a palavra "difícil", mas já risquei a palavra "impossível".

      Eliminar
  8. Existem fotos que mexem mesmo com a gente.
    Cadinho RoCo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esta porque é o nosso passado.
      Obrigada pela visita comentada.

      Eliminar
  9. Boa noite Paula,
    Que retrato, como então se dizia, tão significativo.
    Um quadro bem representativo daqueles tempos em Forninhos e na maior parte das aldeias portuguesas.
    Uma relíquia preciosa essa fotografia.
    Beijinhos e excelente semana.
    Ailime

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade Ailime, retrato da vida de um, mas que diz muito a tantos portugueses!
      Beijinhos.
      Cont. de boa semana.

      Eliminar

Não guardes só para ti a tua opinião. Partilha-a com todos.