Seguidores

domingo, 13 de março de 2016

Bôla de Carne, também se faz em Forninhos

Já divulgamos os bolos de azeite na tradição da Páscoa de Forninhos , mas a bôla feita a partir da mesma massa, recheada de carne do fumeiro, em formas rectangulares ou redondas também se faz em Forninhos.


No ano passado, a minha mãe, além da chouriça e presunto, incluiu pedaços de bacon, mas também há quem ponha carne de frango.


Por cima da carne estica-se outra parte da massa



Também eu fiz a minha parte...


É hora de levá-las ao forno e esperar que cozam...


Prontas...arrumam-se para que arrefeçam e depois se provar.

25 comentários:

  1. Hmmmmm... Que delícia parece ser! E ainda mais assada em forno assim! Deu vontade! Valeu! bjs chica ( Mostrei pro kiko e também babou!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A lenha dá um excelente gosto a toda a comida.
      Disse que o Kiko ficou com água na boca! Vou acrescentar ainda que pode acompanhar com um bom vinho, embora eu goste mais com café feito na cafeteira!
      Saúde.

      Eliminar
  2. Gosto tanto delas bôlas. Quando era menina, a minha avó às vezes mandava para nós. Minha mãe nunca fez. Depois há uns anos atrás, o pai do meu patrão fazia em todas as festas. E a patroa sempre levava para as empregadas.
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A minha mãe só fazia bôlas na Páscoa e daquilo que ainda melhor me lembro, é que às vezes eram feitas na Sexta-Feira Santa e como não se come carne nesse dia...ficava a salivar!
      Abraço tbm e cont. de boa semana

      Eliminar
  3. Este tipo de bôlas resultam do saber aceitar e aproveitar o que aldeias distantes ou mais proximas da nossa, trazem de bom.
    Vao muitos anos de facto, desde aquelas de sardinha aquando se cozia o pao de centeio ou trigo, sendo que entretanto descendo do Norte de Portugal, regiao transmontana, o seu folar foi sendo adoptado pelos seus conteudos, os enchidos do fumeiro. E muito bem!
    Desde Vinhais, Braganca, Foz Coa, Trancoso, Celorico e tantos locais historicos e gastronomicos. Ainda bem que Forninhos aprendeu!
    Desta iguaria presenciei "in loco" a sua feitura que as imagens demonstram.
    Passa pelo aquecer um forno de lenha num patio particular, a coisa fica mais intima como se fosse festa de familia, a gente tem mais alegria. Tem de ser na semana santa para os bolos de azeite que apos cozidos, se aproveita a quentura do forno para o que mais aprouver, metendo ou tirando, mais lenha no mesmo para nao desmaiar o seu lastro.E bem varriscado...
    Tudo com peso e medida, pois pode queimar e ate a lenha que o alimenta diverge, pelo calor e cheiro, pois ali nao entra o mais ligeiro sabor de resina. Para os bolos de azeite as urgueiras, mas para os doces ou biscoitos, um pouco de vides das videiras.
    Sei que estas eu provei no mesmo dia em que sairam do forno na hora da merenda a seguir aos bolos de azeite com queijo da serra. Honraram o vinho que saiu da pipa!
    Para a semana deve haver mais!
    Uma Pascoa Feliz!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito bem XicoAlmeida. Até aquele ritual de acarrejar a lenha para aquecer o forno é um momento alegre. Nos fornos comunitários acho que era mais bonito...ou não, realmente o que é preciso é que, de qualquer modo: «haja saúde e coza o forno...e as bôlas que sejam nossas»!!!

      Eliminar
  4. Nossa, delicioso! Como é feita essa massa?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A massa para a bôla é feita da massa dos bolos de azeite. O link ao ser aberto conduz a essa informação.
      Mas também pode ver uma postagem que fiz no mês de Abril de 2014...espero que goste:

      http://onovoblogdosforninhenses.blogspot.pt/2014/04/o-bolo-de-azeite.html#comment-form

      Eliminar
  5. Que joia, Paula! Deve ser delícia pura! Hum, fiquei de cá a imaginar o sabor!!
    Uma semana abençoada pra vocês..
    Abraço GRANDE...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anete, são divinais!
      Grande abraço.

      Eliminar
    2. Passando p deixar um novo abraço...

      Boa Semana Santa! Vivas Esperanças!!

      Eliminar
    3. Paula, saudades...
      Desejo uma linda semana...
      Imagino que ande muito ocupada ultimamente, né?!
      Bjs...

      Eliminar
  6. Aí está algo que nunca comi, e quase sempre vejo nas reportagens televisivas na altura da Páscoa! Mas hei-de prová-la um dia, porque com carnes de fumeiro de qualidade, deve ficar uma delícia.
    Bem apetitosas essas bôlas.
    Boa semana, Paula.
    xx

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Laura, já provei bôlas de várias localidades (mesmo transmontanas), mas nenhumas têm o sabor das de Forninhos.
      Porém, não apreciei que nas carnes a minha mãe tivesse incluído pedaços de bacon. Foi a primeira e ultima vez! Na bola feita da massa do pão fica bem, mas nas feitas a partir da massa dos bolos de azeite tem de ser com carnes do fumeiro, sem dúvida!
      Cont. boa semana.

      Eliminar
  7. Boa tarde Paula,
    Que bom aspecto tem essa bôla e pelas receitas que conheço a massa é diferente para melhor. Só pode. Penso tratar-se de massa tendida (assim se diz na minha terra) como se fosse para pão!
    Nunca fiz, mas já comi varias vezes e adoro.
    Fiquei a salivar,))!
    Adorei ver a sua mãozinha a ajudar a mãe;))!
    Beijinhos e boa semana.
    Ailime

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exacto, mas em Forninhos dizem mais «massa finta». Assim:
      «Os bolos estão fintos». Quer dizer que a massa está pronta para ser tendida.
      Beijos!
      Ah!
      Tambem ajudei a partir a carne;))!

      Eliminar
  8. Oi Paula, não conheço essa comida, bôla, mas deve ser deliciosa, pelos ingredientes e cozida em forno à lenha, hummmm...
    Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A "Bôla de carne" é um produto de panificação, mas em que a massa é guarnecida de ovos e azeite de qualidade, na qual são incorporadas carnes de porco salgadas, secas e de fumeiro; é muito boa, é daquelas coisas difíceis de pôr por palavras, porque podemos descrever todas as coisas o mais minuciosamente possível que ainda assim nunca conseguiremos descrever um sabor.
      Beijos.

      Eliminar
  9. Adoro!
    Oxalá nunca a tradição se perca.
    Brijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Toda a razão. Por Forninhos a tradição ainda continua a ser o que era. Entre o Domingo de Ramos e o Domingo de Páscoa, os fornos da aldeia são utilizados para se fazerem os bolos e bôlas!
      Beijo!

      Eliminar
  10. Tudo regado com a tradição secular ,deve ser gostosa.
    abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Páscoa sem bôla de carne, para mim, não teria o sabor completo.
      Abraço.

      Eliminar
  11. Mais uma semana começa...
    Um abraço para todos os que comentaram “A Bôla de Carne”.

    ResponderEliminar
  12. Adoro bola de carne e faço uma muito parecida com essa...fazia, pois desde que o meu pai faleceu e a minha mãe está no lar com demência , nunca mais fiz nada...as festas deixaram de ter interesse. Fazíamos pão- de-ló de Ovar, pois a minha mãe é natural da lá.
    Este ano nada fiz...

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Compreendo.
      Fazemos também todas as Páscoa o nosso pão-de-ló (ou leve)... cada terra com seu uso, cada roca com seu fuso!

      Beijinhos.

      Eliminar

Não guardes só para ti a tua opinião. Partilha-a com todos.