Seguidores

quinta-feira, 30 de julho de 2015

Uma Partilha...

Talvez ainda se lembrem do 'post: Altares e Santos'. Estava-se na primavera de 2012, mas foi no verão de 2013 que uma pessoa me contactou sobre o magnífico painel de azulejos com o Batismo de Cristo existente no Batistério da Igreja da Paróquia de Forninhos e sobre o qual pediu algumas informações. Forneci as medidas (altura 1,7 cm/largura 72cm) e outras informações possíveis. 

Azulejo da Paróquia de Forninhos
Há 15 dias essa pessoa enviou-me um email com este teor: "Desta vez não escrevo para pedir mais informações mas para lhe agradecer de todo o coração a amabilidade que teve em me enviar as informações sobre o painel sempre que lhas pedi, pois graças à sua generosidade nesses gestos consegui que houvesse alguém que fizesse o painel com as medidas e os traços praticamente iguais ao existente na sua Paróquia para que finalmente a capela batismal da minha Paróquia ganhasse outra beleza e outra dignidade, conforme mostram as imagens que aqui lhe envio." 



As nossas terras todas têm coisas destas escondidinhas. Pô-las cá fora é dever de cada um de nós, digo, meios ('media') da aldeia, por tal n' O Forninhenses' procuro sempre colocar algo que possa ter interesse para alguém, visto ser essa a intenção da partilha.

Se o leitor quiser consultar o post 'Altares e Santos' aceda aqui.

25 comentários:

  1. O blog aqui é realmente cultural e oferece informações abençoadoras...
    Bonitas fotos e que grato gesto da pessoa que lhe trouxe notícias do bem que fez!
    Paula, obrigada pelas palavras no nosso niver de casamento! Gostamos muito!!
    Beijos e boa noite...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não há dúvida que este blog é cultural e educativo também. Eu desde o início tentei motivar os mais novos no empenho e desenvolvimento intelectual, pois são quem chegam à net, já que os idosos que são a maioria dos actuais habitantes permanentes da terra, sabia que não estavam para aqui virados, mas afinal os mais novos também não estavam 'nessa', só que isso não me tem desmotivado porque também sempre quis levar Forninhos para além de Forninhos e isso consegui!
      Beijos e bom fim de semana.

      Eliminar
    2. Vendo sua resposta e deixando outra...
      Não esqueço também da Confeitaria Nacional, momentos marcantes!
      Tem bolo e docinhos no Ciranda de Frases...
      Boa noite e bom domingo...
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Que coisa boa! E ajudou! Ficopu lindo por lá! bjs praianos.chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho o mesmo. A capela batismal daquela Paróquia ganhou outra beleza e outra dignidade, como dito!
      Bjos e cont. de boas férias.

      Eliminar
  3. Às vezes temos surpresas bem agradáveis.
    O painel de azulejos é muito bonito.
    Um abraço e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Felizmente tenho tido surpresas bem agradáveis, alguns amargos de boca também, mas é pelos emails que recebo, que sei melhor que não é em vão que dou a conhecer as belezas escondidas e as realidades locais!
      Um abraço e bom fim de semana tb.

      Eliminar
  4. O painel é maravilhoso e sem dúvida que fazer um semelhante é sinal de que é bom partilharmos o que de melhor temos! Bj amigo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É, às vezes releio alguns post's e o saldo é francamente positivo. Do melhor de Forninhos já tudo partilhei. Do pior, quase nada...acho que por causa do que assumi quando comecei a escrever n' O Forninhenses, mas às vezes dá-me vontade de informar e divulgar mais da realidade local.
      Bjo amigo tb.

      Eliminar
  5. Permitam que acrescente no dia de hoje a "Uma Partilha", mais Quatrocentas Mil....
    Ha quem por maldade diga que basta clicar e pronto. Acrescento que apenas taz faz tem interesse em aqui vir e voltar, porventura revendo nas fotos e escritos a sua historias e relatadas estorias das suas vivencias.
    As fotos deste post nao desmentem o espirito do Blog. Solidario e por tal respeitado, assim como o esforco desinteressado de quem trilha o caminho da cultura na sua genualidade.
    Sabe bem e conforta que traga alegria e redobre a mistica de porventura outra aldeola como a nossa, um painel alusivo ao batismo "exportado" da igreja de Forninhos. Sem vaidade, mas num espirito redobrado de partilha que nao se contabiliza em numeros de visitas, mas que ao longo de meia duzia de anos caminha tanta vez por escombros e ate hoje sem perder o norte...
    So de imaginar a felicidade das pessoas ao batizar os seus filhos tendo por detras a "nossa" imagem, vale a pena manter o rumo.
    Parabens, Paula.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se 'eles' voltam e clicam na página 'n' vezes é porque afinal n´O Forninhenses a partilha não é uma palavra vã!
      Da minha parte há pois em certo prazer pelo caminho seguido e objectivo alcançado e são as manifestações de apreço (em particular ou em público) que muito me incentivam. Se me preocupasse com essa gentinha sabia bem quais os parâmetros que devia 'perseguir', mas não vale a pena...!
      Se os de Forninhos têm de vergonha do seu património, certo é que as pessoas de fora gostam de o apreciar e é isso que conta, é isso que fica para história.
      Parabéns para ti também, pois este blog tem sobrevivido também graças ao teu espírito de combate. Muito obrigada.

      Eliminar
  6. Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
    reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho.Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns, decerto que virei aqui mais vezes.
    Sou António Batalha.
    Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
    PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.
    http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. Mais uma "bofetada de luva branca", para alguns.
    Parabéns Paula.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Podes crer, Henrique!
      Com este post também respondo àqueles que na sua superioridade se acham os donos de Forninhos e melhor do que eu sabes que nas suas páginas facebook rebaixam o nosso trabalho, mas por acaso não os vejo a fazer melhor! O que vejo é que fazem uma reposição dos artigos do «blog-forninhenses».
      Mas para a página Facebook «Forninhos Transparente» desejo longa vida e que nunca desistas. Considero-te Homem de antes quebrar que torcer ;-)
      Um abraço e bom fim de semana.

      Eliminar
    2. Este post, engrandece a Igreja de Forninhos, a aldeia, as próprias gentes da aldeia, os administradores deste Blog, a pessoa que se interessou pelo painel e a sua capela que recebeu a réplica. Uma partilha que me agradou e de louvar também a pessoa interessada em enriquecer a sua capela.
      Não querendo tirar a importância deste post, um alerta para os "cuscos" que por aqui passam e nada colaboram, no Face, OS AMIGOS DOS NOSSOS AMIGOS, PODEM SER OS NOSSOS MENOS AMIGOS. Para quê andar a telefonar dizendo que, neste Blog, ninguém liga, só gente estrangeira e que só dizemos mal. BAIXEZA, casos como este são a RESPOSTA. Parabéns mais uma vez, Paula e para o senhor que gostou do painel do nosso baptistério. Eu fui lá baptisado.

      Eliminar
    3. Quando falamos em obras a nossa mente está mais para pensar no mundo masculino, mas desta vez por trás deste bonito painel de azulejos está uma Senhora - Rosário Pinto, da freguesia de São Paio de Ôlo, concelho de Amarante, agora denominada de freguesia de Ôlo e Canadelo após a reforma administrativa e agregação de freguesias.
      Em relação a essa rede de amigos cuscos, sabes que mal este blog estava 'no ar' enviaram um email para vários contactos para não participarem/comentarem n' O forninhenses, mas se ainda hoje fazem contactos é porque lhes fazemos mossa!
      E só dizemos mal?
      Haverá sempre pessoas que quando falamos de coisas mal feitas ou sem sentido, hão-de sempre entender que ambições de melhoria é dizer mal, mas em vez de olharem tanto para as nossas acções deviam também olhar para os actos que praticam!
      E é só gente estrangeira?
      Então não eram eles que diziam à boca cheia que Forninhos tem muito boas condições para se tornar numa aldeia turística, que até se devia sensibilizar os detentores de áreas de lazer para a importância da qualidade de serviços a prestar a quem nos visita; restauração das casinhas; mudança dos acrílicos; revitalização da serra e blá, blá, blá...
      Quantos estrangeiros afinal adicionaram ou levaram a Forninhos?
      Através d' O Forninhenses ainda na última na Páscoa um casal de Terras de Bouro visitou a nossa igreja. Se não acreditam, perguntem à tia dos Anjos e depois falem mal de nós!
      Nessa rede social um conhecido é adicionado como amigo, se calhar à falta de melhor foi a palavra que encontraram, por isso a palavra amigo no contexto do facebook para mim faz pouco sentido. Contactos talvez fizesse.
      Amigos afinal quem são?

      Eliminar

  8. Amigos, por vezes menos amigos, falsos amigos e como diz o Povo, AMIGOS DE PENICHE. Talvez até dor de cotovelo pelo trabalho, divulgação que este Blog tem partilhado por muita gente, e eu uma delas. Adiante.
    Não fui seguidor assíduo deste Blog, desde início e segui a tua sugestão em visitar Altares e Santos para ficar atualizado. Do que li, além do excelente trabalho sobre o painel de azulejos, do Baptistério da Igreja de Forninhos, fiquei deslumbrado com os comentários de certas vedetas sobre as placas beneméritas das obras de quem as oferece. Como podem certas pessoas mudarem tanto! A seu tempo, as dádivas, as placas e os comentários das vedetas, serão divulgados. Aonde? Logo se verá!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é Henrique, como podem mudar tanto e em tão pouco tempo?!
      Os emigrantes dos E.U.A. porque contribuíram para retocar os douramentos dos altares e mais tarde para a capela mortuária, na opinião deles, não mereciam ter pendurado dentro da igreja um quadro que mandaram fazer por alma dos nossos antepassados, isto, porque as pessoas famílias ou grupos que comparticipam para melhoramentos de um altar ou imagem, até mesmo edifício, não o fazem para que lá coloquem uma placa ostensiva para salientar a contribuição!
      Um casal de emigrantes no Brasil pode ter "N" placas, bênçãos com água benta, seguida de "banquete" que acham bem, tanto que estão sempre lá presentes, se calhar é porque esses emigrantes nunca contribuíram para o restauro de uma imagem ou altar da nossa Igreja Matriz!
      Esse, é um bom amigo de Peniche. Das pessoas mais hipócritas que até hoje conheci. As ideias ou opiniões que (a maior parte até apreciava) para aqui "botou" foi tudo fingimento. Já diz o povo que quem vê caras, não vê corações e é verdade.
      Dos outros "amigos" não sei se a dor é só de cotovelo, mas se alguma coisa lhes dói a valer, é não poderem controlar o blog dos forninhenses, sim, porque eles em Forninhos controlam tudo e quase todos!
      Um apanhado das placas, etc...está nos meus planos também!

      Eliminar
  9. Boa tarde Paula, sou uma pessoa que ainda se comove.
    E neste momento os meus olhos lacrimejam,))!!
    Ora aqui está o que eu considero de verdadeira partilha e abnegação, educação, reconhecimento. Um conjunto de sentimentos resultantes de duas boas obras de ambas as partes. De quem informou e de quem delicadamente reconheceu e apresentou o feliz o resultado, que diga-se de passagem está excelente!
    Obrigada, Paula, e deve sentir-se orgulhosa por ter contribuído para que outra Capela ficasse com a tal dignidade no Baptistério que bem se justifica!
    Posso sugerir uma coisa que não sei se será viável? Por que não como se faz com as cidades a vossa Igreja e a Capela virem um dia ser Igrejas-gémeas?! Tudo começa no Batismo;))!!
    Beijinhos e bom domingo.
    Ailime

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu até não sou contra a uma possível geminação, tal até podia favorecer-nos em termos culturais, mas será que em Forninhos alguém quer estabelecer laços de cooperação com alguma terra?
      Acho que não, preferem ficar cada vez mais pequenos, para num futuro que vejo cada vez mais próximo, pura e simplesmente ficarem orgulhosamente sós!
      Tenho como exemplo o que se passou aquando da reforma administrativa e agregação de freguesias, em que podíamos juntar-nos a um outro concelho que tem muito mais em comum em termos históricos, culturais e de relações de proximidade e «nada». Mas como dentro de dias vou estar em por lá, ainda vou lançar o repto.
      A mim deu-me muito prazer comunicar com esta pessoa de São Paio de Ôlo e foi emocionante receber as fotos enviadas e verificar que o painel ficou praticamente igual ao existente no baptistério da Igreja de Forninhos que foi onde eu fui baptizada.
      A troca de informações, partilha de conhecimento, enriquece-nos.
      Beijinhos e bom resto domingo.

      Eliminar
  10. A capacidade de leitores deixarem comentários de forma a interagir com o autor e outros leitores é uma parte importante deste blog de livre acesso e .por tal os "criticos" se coibirem de dar a cara
    Confesso que nao me sinto perplexo nem deslumbrado com o numero de consultas diarias, uma coisa natural fruto da variedade d tems na sua quase essencia ancestrais, consolidada pela qualidade rigor de pesquisa e sacrificio.
    Este partilhar de um painel alusivo ao batismo solicitado pela D. Rosario, mostra a sua visibilidade e interesse e nada mais, sendo claro que fica a tal alegria de partilha, mas para isso ele vive.
    Textos e fotos, enredos para posts, a gente vai vendo disseminados por muitos locais e ainda bem, sinal de agrado e que nos agrada, pois o objectivo final tem a ver com as suas aldeias e o modo de descrever as suas maneiras ancestrais no seu modo de ser.
    O ultimo batizado em que participei nesta minha terra, tem cerca de trinta anos e foi o da minha filha Andreia. Nao me recordo, confesso deste lindo painel e muito menos, claro, aquando ali fui batizado quase a morrer...
    Forninhos sempre foi e continua a ser uma aldeia devota e rica (outrora) de arte sacra de relevo que ao longo dos tempos e nao acredito que por desvelo, mas por roubos descarados foi ficando mais pobres e curiosamente segundo o que contam e ate agora por desmentir, pelos altos dignatarios da igreja local ou pelo menos coniventes e a prova simples tem por base o S. Pedro que se encontra em Viseu, a Santa encontrada num antiquario em Espanha e o muito do resto, ainda vive quem tal saiba, mas...
    Estes tesouros religiosos profanados pela ambicao do dinheiro, nada trouxeram de retorno para a igreja e seu restauro, valendo na altura ja a paroquia era pobre, sobretudo o contributo desprendido e emocionado dos nossos emigrantes, sobretudo da America e Brasil.
    Fomos pobres e mal agradecidos para com eles, acho que sim.
    Jamais pediram que fossem publicamente louvados, mas porventura ficaram magoados por os seus nomes serem escondidos e votados ao ostracismo, porventura por andarem para longe, para alem do Atlantico anos e anos a fio sem voltarem e nao alimentarem comezainas em festividades superfluas como agora.
    Confesso que fiquei indignado quando li este comentario

    "Ed Santos 4/20/2012"
    ...e quando as obras estiverem concluídas, colocar, não uma placa encaixilhada mas uma placasinha alusiva e cravada, mencionado a entidade benemérita e colocada junto do melhoramento, mas em lugar discreto, esta é minha opinião.
    Ainda bem que "este" jamais sera Forninhense e falta alguma fara.
    Conta muito sentir o cheiro da sua terra e por ela lutar...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Jorge Dos Santos, Emigrante no Brasil, ontem, dia 2, escreveu na página de Forninhos Transparente - Forninhos terra onde nasci, jamais esquecerei e irei voltar um dia para rever. Acho que é uma boa resposta para quem escreveu essa baboseira.
      Não se deve pensar pelos outros. Mais a mais, este senhor. ainda aparece em Forninhos porque ainda não conseguiu vender a sua casa.

      Eliminar
    2. "...aparece em Forninhos porque ainda não conseguiu vender a sua casa." Essa é que é essa!
      E quando/ou/se conseguir vendê-la ..."falta alguma fará." como diz acima o Xico.

      Eliminar
  11. o painel é muito bonito e merece ser divulgado. Como já disse, não conheço Forninhos, logo não teria oportunidade de o admirar, sem a vossa partilha.
    Obrigada por isso. Hoje em dia as novas Igrejas raramente Têm painéis de azulejos e é uma pena.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este azulejo da Igreja de Santa Marinha de Forninhos representa a cena do baptismo de Cristo, mas ainda temos outro colado no Cruzeiro Paroquial com a imagem de Nossa Senhora de Fátima quando andou em peregrinação por Portugal, ano de 1951.
      São os azulejos em azul e branco simplesmente maravilhosos e é mesmo uma pena não os haver nas igrejas novas, talvez os artistas do ramo da arte dos azulejos também hoje em dia sejam raros.
      Um abraço meu tb.

      Eliminar

Não guardes só para ti a tua opinião. Partilha-a com todos.