Seguidores

terça-feira, 14 de julho de 2015

Vamos à Santa Marinha


A tradicional festa de Santa Marinhapadroeira de Forninhos, acontece a 18 de Julho, como sempre!
No princípio da próxima semana publica-se os momentos importantes desta festa, por agora é para lembrar...

22 comentários:

  1. Que seja linda a festa e bem aproveitada! Depois nos contem mais! bjs, chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Depois faço um resumo do que foi a festa e colocarei as fotos a complementar.
      Beijinhos.

      Eliminar
  2. Uma pena estar longe, gostava de assistir às festas da Padroeira.
    Um abraço e continuação de uma boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E o Francisco seria bem recebido.
      Mas fazendo a ligação a um post anterior... esperamos ou menos o regresso dos forninhenses e amigos que estão por perto, para a festa da paróquia.
      Abraço tb e resto de boa semana.

      Eliminar
  3. Bom dia
    Poderá este comentário ser polémico! Nenhum santo é Padroeiro. As paróquias tem um Orago, neste caso o Orago de Forninhos é Santa Marinha. Padroeiros são pessoas, que tem ao seu cuidado a manutenção dos templos.

    Abraço, e votos de grandes festejos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas Francisco!
      Mas Orago não é igual a padroeiro da paróquia?
      Eu pensava que sim, embora eu ache a história de Santa Marinha lendária de mais para ser verdadeira, pelo menos a que a dá como nascida na cidade de Braga.
      Mas lendária ou não Santa Marinha, no caso, é orago/padroeira da nossa paróquia/igreja e nós forninhenses queremos que a sua naturalidade seja portuguesa.
      Um abraço.

      Eliminar
    2. Olá Paula

      Além de outras, tenho esta ligação internet: http://www.aatt.org/site/index.php?op=Nucleo&id=192

      É evidente que a Paula também as tem.
      Tenho conhecimento de muitas opiniões, que atribuem o nome padroeiro ao santo; na minha opinião (vale o que vale) o titulo de padroeiro dado a um santo está errado. As paróquias foram criadas com o nome de um santo. Sabemos que espiritualmente o povo chama o seu santo por padroeiro, mas na prática o santo assim não é.

      Abraço

      Eliminar
    3. Obrigada por este oportuno artigo, que espero outros leitores o leiam também.
      Realmente entende-se que padroeiros são as pessoas e não os santos!
      Ao que se pode ler no artigo da AATT:
      «Eram devidas ao padroeiro as honras de ocupar na igreja e em procissões um lugar privilegiado, de ser, em certas situações, solenemente recebido à porta da igreja, de colocar as suas armas ou brasão nas igrejas de seu padroado.
      (...)
      Outro direito do padroeiro, considerado já de carácter extraordinário, consistia no direito de emolumento, isto é, na possibilidade, em caso de urgência, de se socorrer dos bens pertencentes à igreja ou beneficio de seu padroado.».
      Agora, sim, começo a entender melhor o papel de padroeiro na história da igreja!
      Outro abraço.

      Eliminar
    4. Olá Paula

      Temos também a Monumental obra: Memórias Paroquiais de 1758, que a Paulo muito bem conhece.
      Na pergunta 7: qual É o orago, quantos altares tem e de que santos...
      Na 10: se tem conventos e de que religiosos ou religiosas e quem são os seus padroeiros.

      Abraço.

      Eliminar
    5. Sim, ainda ontem consultei as respostas do Cura que respondeu por Forninhos e vi que inclui na resposta 6 "Se a paróquia está fora do lugar, ou dentro delle, e quantos lugares, ou aldeas tem a freguesia, todos pelos seus nomes?" a resposta à pergunta n.º 7:
      Resposta:
      "A paróquia está próxima ao povo. Hé orago de Santa Marinha, tem o Altar mor e dous colaterais.".
      Sobre se a terra tem irmandades, quantas, e de que santos «nada respondeu».
      Também não respondeu às perguntas:
      9. ...
      10. ...
      11. ...
      12. ...

      Eliminar
    6. Paula
      Não é só o Cura de Forninhos, que não responde à pergunta 10; há muitos.

      Outra questão: tem conhecimento de ter existido em Forninhos um castelo medieval.

      Eliminar
    7. Sim, Forninhos tem um castro e toda a zona envolvente anda hoje é conhecida como "O Castelo".
      Um abraço e bom fim de semana.

      Eliminar
  4. Em muitas paroquias de Portugal tal como em Forninhos, o nome do Orago que em tempos que de tao antigos se nao podem precisar, mas que por esse nome era conhecida a delimitacao administrativa do povoado, coincide com o nome da sua padroeira e para mim sempre tal considerarei Santa Marinha, porventura sem o rigor acertado, mas fui crescendo no cantar da procissao em que o povo cantava e vai continuando a cantar com carinho e devocao em sua homenagem,

    " A Vós hoje recorremos
    Ó Virgem Santa Marinha
    Sois a Nossa Padroeira
    Farol que nos ilumina

    Sua vida ainda em botão
    Ofereceu-a ao Senhor
    E Jesus bondosamente
    Ofereceu-lhe o seu amor

    A sorrir sofreu tormentos
    A cantar levou a Cruz
    Ainda neste mundo estava
    Já toda era de Jesus".



    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Orago coincide com o nome da padroeira, assim como os actuais limites territoriais de Forninhos são coincidentes com os da paróquia, que vinham desde a Idade Média. Segundo dizem, as paróquias que têm Santa Marinha como Padroeira são das mais antigas.
      Mas a propósito do assunto, o Francisco trouxe um ponto de vista diferente do que eu pensava.
      As pessoas que tem ao seu cuidado a manutenção dos templos achava eu que se chamavam "Mordomos".
      Cresci habituada a ouvir o nome padroeira S. Marinha mesmo sem entender muito bem o significado de ser padroeira.

      Eliminar
  5. Desejo uma boa festa e aguardo fotos e relatos!
    Um abraço, Paula e Xico...

    Muita paz é saúde...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Anete.
      Já está prometido o resumo e fotos da festa.
      Beijos&Abraço.

      Eliminar
  6. Boa tarde Paula,
    Fico a aguardar as vossas fotos da festa!
    Um beijinho.
    Ailime

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vão já a seguir, Ailime.
      Beijinhos.

      Eliminar
  7. Não conhecia...mas vou esperar pelas imagens! Bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acabei agora de publicar algumas imagens!
      Bj*

      Eliminar
  8. FESTAS FELIZES.
    Eu aguardo Agosto para vistar o Senhor dos Caminhos, e talvez assistir à procissão da Senhora dos Verdes, ( porque também temos uma,) que se venera em Agosto.
    Num passado recente, a Paula comentou um "papel" que publiquei através do qual eu "sonhava" que uma espécie de praia fluvial fosse construída perto do Santuário.
    Brevemente, o sonho serà realidade; as obras ja começaram. Oxalá fique algo de agradável. Nunca estamos sós, mesmo a sonhar. Um Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para a nossa terra, por vezes não conseguimos realizar os nossos sonhos porque mais das vezes não depende só de nós!
      Nós bloggers, à distância, fazemos o que podemos e quem faz o que pode faz o que deve, não é assim que diz certo poeta?
      Fico bem contente por esse projecto. Uma praia fluvial ajudará a preservar e defender os nossos rios.
      Estive em Forninhos este fim de semana e por lá não se conhecem projectos nesse sentido...nem noutro!
      Um abraço e boa semana.

      Eliminar

Não guardes só para ti a tua opinião. Partilha-a com todos.