Seguidores

domingo, 30 de novembro de 2014

Os filhos do Centro

Em termos históricos, em Portugal, os primeiros centros sociais apareceram no final dos anos 30 do século XX. 
No início dos anos 50, nascem os "Centros de Assistência Paroquial", por influência de D. António Ferreira Gomes, antigo Bispo do Porto, que existem hoje como "Centros Sociais Paroquiais", dado que são organizações pertencentes à igreja católica, de acordo com o modelo de Estatutos em vigor. 
Juridicamente, o Centro Social Paroquial está equiparado às IPSS, mas tem estatutos próprios aprovados pelo bispo diocesano e são consideramos um serviço da paróquia.



Já na natureza nada se cria, nada se muda...tudo se transforma! E aqui temos à entrada um candelabro...ecológico, claro está!
Que se faça luz, então, na mente dos actuais responsáveis do Centro Social Paroquial de Forninhos, porque vou falar do aproveitamento social consentido por parte dos membros sociais, da assistente social e utilizadores, fazendo apenas leitura das fotos que seguem:



Celebrou o Centro de Forninhos, no dia 26.10.2014, a VIDA, sendo os utentes incentivados pela Sra. Mariana Vaz a retomar esta "tradição", isto é, a festejar os anos no Centro no último domingo de cada mês. Recomeçou em Outubro e ficou marcado o de Novembro. Acontecerá, presumo, hoje, domingo, dia 30.11.2014. Tudo muito bem. A ideia é boa. Boa mesmo. 


Mas...como é useiro e vezeiro, quando há festa ou é domingo, o Centro recebe familiares, amigos e conhecidos de todas as idades, quando a sua actividade principal é o apoio à 3.ª idade.





Eu não acho bem, não só porque vejo ali jovens utilizadores que não necessitam da "caridade" do Centro, mas também porque vejo ali pessoas que bem conheço a aproveitarem-se de apoios financeiros que esta Instituição recebe destinados para a resolução dos problemas dos mais carenciados.
Este tipo de ajuntamento que já vi acontecer anualmente na Festa do Espírito Santo, por exemplo, quanto a mim é "só para inglês ver". Sempre senti que o Centro de Forninhos limita-se a ver a pessoa como um número, ou seja, para receber verba inscreve residentes e não residentes e sei lá mais que tipo de utilizador...
Aceita inscrições para almoços de não-inscritos!
O problema da desertificação/ou/despovoamento e, consequentemente, o encerramento por falta de utentes, não pode servir de desculpa para isto. Que saibamos o Centro Social e Paroquial de Forninhos é uma organização sem fins lucrativos e que tem o dever de fazer uma leitura e análise da realidade concreta em que se insere.
A intervenção desta Instituição não pode reduzir-se à mera "comezaina"; a sua intervenção tem de ser mais alargada e dar resposta a necessidades diagnosticadas, a casos sinalizados. Não é, depois da MORTE, vir dar "assistencialismo" à família enlutada, como li no outro dia...!


Para este 'post' seleccionei um poema de Sophia de Mello Breyner Andresen:

Porque
Porque os outros se mascaram mas tu não
Porque os outros usam a virtude
Para comprar o que não tem perdão.
Porque os outros têm medo mas tu não

Porque os outros são os túmulos caiados
Onde germina calada a podridão
Porque os outros se calam mas tu não.

Porque os outros se compram e se vendem
E os seus gestos dão sempre dividendo.
Porque os outros são hábeis mas tu não.

Porque os outros vão à sombra dos abrigos
E tu vais de mãos dadas com os perigos.
Porque os outros calculam mas tu não.

Este "tu" claro são todos os leitores que, por natureza, acreditam nos valores da verdade, liberdade e solidariedade.
Os "outros", são os que ficam calados.

Nota: as fotos são do evento divulgado no facebook "do Centro".

72 comentários:

  1. E acrescento, filhos de Forninhos os que por ele lutam por cidadania e dever social, indiferentes a escarnios e mal dizer, ao ponto de aqui se voltar com coragem renovada no virar do passado historico gravado, ao longo de cinco anos e enfrentar o presente.
    Convenhamos que este post, tem na sua relatividade de casos nacionais, uma dimensao local deveras "melindrosa", tocar em intocaveis!
    Afinal qual a finalidade de um Centro Social e Paroquial. Rezam os estatutos que
    "A sua actividade principal é o apoio à 3.ª Idade, através de duas Respostas Sociais:
    - Serviço de Apoio Domiciliário
    - Centro de Dia".
    Os idoso e quem para la caminha!
    Vejam as fotos, precocidade na velhice.
    Digo directamente, o Centro tem gente Boa de mais que sao os mais velhos que para tal pagam, Eles com miseras reformas, "bancam" para uma cambada que se julgam donos e senhores, que se dao ao luxo de por meia duzia de tostoes, dali se servem como restaurante fosse, pudera, na hora do almoco nao faltam e ganham tempo e dinheiro.
    Aqueles que a tal tem direito para deste usufruir e que para tal pagam em conformidade, nos passeios, como o recente a Fatima, tiveram de pagar e bem, pensando que era barato. Ganham com a Fe nas excursoes organizadas.
    Contributos houve para o efeito, e basta ver a acta da Camara Municipal de Aguiar da Beira de 14 de Maio de 2014 e la estao dados 500 Euros. Da Junta nao sei...
    Digam quanto recebe dos Organismos cada utente escrito (presumo que apenas dos vivos, mal feito fora...).
    Pessoalmente acho tudo isto muito estranho, na certeza absoluta porem de que os condenados seremos "estes dois" que aqui lutamos, pela dignidade das coisas e suas transparencias e ...
    Com pena sincera dos sem abrigo nestas noites invernosas. Forninhos tem essa vantagem, todos comem e bem a fartazena, coisa que nove anos atras era um pouco diferente

    "Aprovado em 11 de Fevereiro de 2005
    No que diz respeito, ao Rendimento Mínimo Garantido/Rendimento Social de Inserção, o
    concelho de Aguiar da Beira possui um total de 556 requerimentos registados desde 1997. A média
    de idades dos candidatos é de 45 anos. Contudo, do total de requerimentos atrás mencionados
    neste concelho apenas 82 estavam activos em Maio de 2004. A média de idades dos requerentes é
    de 49 anos, e distribuem-se pelas freguesias:
    Quadro n.º 9 – Total de Requerimentos Activos concelho em Maio de 2004, por Freguesia:
    Freguesias NºProcessos
    Aguiar da Beira 15
    Penaverde 13
    Dornelas 12
    Eirado 10
    FORNINHOS 6
    Pinheiro 6
    Souto 5
    Sequeiros 4
    Carapito 4
    Cortiçada 3
    Coruche 2
    Gradiz 2
    Total 82
    Fonte: Centro Distrital de Solidariedade e Segurança Social da Guarda – Serviço Local
    O concelho de Aguiar da Beira tem enfrentado diversos constrangimentos, mas apesar disso,
    pensamos que, com a conjugação/articulação de esforços por parte de todos, quer sejam
    instituições, quer sejam pessoas individuais, poderemos atenuar ou mesmo erradicar os problemas e
    potencializar os recursos existentes, com vista à prossecução do desenvolvimento social local
    sustentado.

    Claro que jamais pus em causa qualquer um nao poder ter ter acesso publico a demonstracao de resultados contabilisticos e estatutos.
    Afinal todos somos filhos da nossa terra. Era o que faltava.
    Parabens aos aniversariantes que amanha irao ser festejados!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pelas fotos Xico vemos exactamente isso: precocidade na velhice! Mais...vemos jarros e garrafas de vinho na mesa!
      Tudo isto seria uma anedota, se a aldeia não fosse Forninhos!
      E, se cada um de nós fizer uma "rodinha" pela rede social facebook vê e lê coisas hilariantes!
      No outro dia li um comentário da Sra. Mariana Vaz que, entre outras coisas, dizia isto: "Hoje, os corruptos, são consideramos, os MAIORES!".
      Esta Sra. lá sabe do que fala...

      Eliminar
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    4. Não sei se sabe, mas os antigos imaginários portugueses é que punham as estátuas que faziam em altos pedestais, acho que para não lhes serem notados os defeitos.
      Mas, agradeço o comentário e respondendo-lhe, não sei se a Sra. que refere fez muito por Forninhos ou se foi Forninhos que fez muito por ela. Deve conhecer e conhecê-la melhor do que eu. Para ser sincera não me relaciono com ela, conheço-a de vista. O 'post' também não é sobre a Sra. Mariana Vaz é apenas sobre os filhos do Centro, em geral. E, acho eu, as fotos falam por si, como dizem os manuais da comunicação. Isso sim, parece que foi o que incomodou a si e a tanta gente. Ainda bem.
      Do programa, acho que não sei do que fala. Costumo ver é "O Eixo do Mal". Faz mais o meu estilo.
      No entanto, aconselho-o a clicar no lado direito da página em "Etiquetas" Clique e verá o que já foi editado e que pelos vistos não viu. É que nós que não faremos o que a Sra. em questão fez por Forninhos, temos memória, pomos no arquivo e é só clicar lá e rever sempre que quisermos.
      Saudações Forninhenses.

      Quanto ao comentário de Eduardo Prado Coelho. Obrigada pela partilha, mas não aprecio muito essa colecção. Parece plágio.

      Já agora quem é 523santos e Eduardo Prado Coelho. Acho que não os conheço de Forninhos.

      Eliminar
    5. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    6. Pense o que quiser.
      Analisar isto tudo sem histeria, seria o ideal.
      Analise as imagens, depois comente ou "cale-se" para sempre!
      Boa Noite*

      Eliminar
    7. Desculpe ao bloguer quase nao ter apanhado o 423, mas ainda bem que fui a tempo e apanhei o resto do seu discurso. Ai tem, Nobre Senhor...
      "Nunca se trata de levar a arte ao povo, mas de levar o povo à arte. Por outras palavras, não vamos pôr os poemas de Pessoa em banda desenhada para serem mais acessíveis, mas devemos desenvolver as estruturas pedagógicas para que as pessoas entendam os poemas tais como eles são".

      Poesia, vamos a isso de improviso...venha, pois a poesia nao tem regras e sai ao sabor...de sentimentos nao escritos.
      Primeiro e para que as coisas fiquem claras, nao venho defender uma senhora querida, de tal nao precisa!
      Venho pela repugnacia de mais um do mesmo que hoje nos dao o record de audiencias, nao pelo brilho do que se fez numa maio cheia de anos e nos orgulhamos. Nefasto, meu caro! Imprudente!
      Quanto a verberreira, sinto um pressentimento que logo nos vamos ver...ja sao muitos ! Ocultos.
      Talvez a sua personagem tenha ficado incomodada pelo eventual menos usufruto do Centro, "per si..." ou de outrem, talvez!
      Eu nasci nessa terra vai para cinquenta e tantos, nao havia guerras, tudo vizinhos de porta aberta, agora vejo uma aldeia dividida por politicos que nem sabem um por cento do programa que defendem. Isto para todos e estou farto de amadores de capoeira a mandar bitaites de civismo.
      Entao pergunto a Sua Ex. Quem manda no Centro.
      Quem tem a responsabilidade e assina os cadernos de encargos, a demonstracao do exercicio, balancos e balancetes, eleicoes no proximo ano que termina o trienal, orgaos escolhidos....
      Cante que eu espero!

      Eliminar
    8. Mil desculpas. Apanhei motorista errado, era o 523....
      Por tal senti que algo estava errado, o cheiro era diferente.Vamos pensar no presepio, paz e amor!

      Eliminar
    9. O 523 a este hora ainda deve estar a analisar as imagens. Quiçá a ver no "google" o significado da palavra corrupção.
      Parece não saber que "corrupção é o acto ou efeito de se corromper, oferecer algo para obter vantagem em negociata onde se favorece uma pessoa e se prejudica outra. É tirar vantagem do poder atribuído.".
      Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Corrup%C3%A7%C3%A3o

      Eliminar
  2. Bom dia Paula, que bom que voltou!
    Eu sabia;))!
    E logo com um tema que a mim talvez por outros motivos me diz bastante!
    Não sou de Forninhos, mas conheço outros Centros e penso exactamente como a Paula!
    Não adiro a essas festas, precisamente pelos motivos que evoca!
    Não podia ter escolhido um poema melhor para ilustrar o que expôs e a que o ex.Pe Francisco Fanhais deu voz e de que maneira, há muitos anos!
    Bom regresso e excelente domingo!
    Beijinhos,
    Ailime

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ailime, acho que quem tem dois palmos de testa e dois olhos na cara não adere a este tipo de almoço/festa.
      Mas alguns ainda vêm dizer-nos que não comem de borla, aqui ou em qualquer outro lugar, fazem sempre questão de pagar. Claro, pagam uma quantia irrisória pelo almoço! Em Forninhos, tanto pagam os que têm boas reformas, como o idoso que recebe uma mísera pensão social.
      Por isso e muito mais...tinha de voltar.
      Beijinhos e bom domingo.

      Eliminar
  3. Duas coisas quero ressaltar aqui: Primeiro: a alegria de te ver de volta e SEGUNDO , a tristeza por ver acontecer coisas assim.
    Aqui foi dado um belo grito contra o que acontece e não só lá, pois pelo que vi no comentário da Ailime. E por aqui deve acontecer também! beijos,chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E aqui só estou a fazer a leitura das fotos, fotos que se calhar até foram tiradas pela assistente social. Digo eu!
      Julgo que por todo o lado há casos de abusos e aproveitamento social, mas notando-se em Forninhos uma população envelhecida não havia, como não há, necessidade disto!
      A falar das coisas, por vezes, é que se faz luz.
      Beijos**

      Eliminar
  4. Paula,

    Que bom te ver de volta. Penso em vocês e nesse lindo blog, todos os dias.
    Pena que as coisa vão sempre para o lado ruim. Espero que esse post desperte nas pessoas, o desejo de mudar isso.
    Linda semana pra vocês! Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bastava despertar no padre da paróquia o desejo de mudar isso, Lucinha!
      Há ali utilizadores que são utentes do Centro e têm necessidade de ir comer ao Centro - foi para esses que se criou o Centro - mas há ali outros que sequer são utentes do mesmo e comem e passeiam como o fossem!
      Beijos&Abraço.

      Eliminar
  5. DE JOELHOS, PERANTE DEUS, DE PÉ, PERANTE OS HOMENS!
    (Antigo Bispo do Porto D. antonio F. Gomes.)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exactamente!
      Ainda bem que trouxe a frase do antigo Bispo do Porto, o Bispo ao serviço da liberdade, S. Leitão. Não nos podemos vergar perante o poder em momento algum!
      O medo de falar é que faz com que haja cada vez mais situações como a retratada.
      É bom vê-lo por aqui de novo. Um abraço meu.

      Eliminar
  6. Paula, ao ver que você está de volta, alegrei-me muito... Seja bem-vinda!!!
    Assunto importante esse... Difícil o controle desse centro a ser utilizado da maneira apropriada, mas é conveniente trazer à tona para que medidas sejam tomadas justamente!

    Um bom domingo! Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Anete, como há dias lhe disse, sou uma pessoa com poucos filtros, então a melhor maneira de trazer ao de cima certas e determinadas irregularidades é falar delas publica e abertamente.
      Já deu para perceber que não existe controle neste Centro. Agora resta-nos esperar para ver se algo muda daqui para a frente ou se tudo fica na mesma como a lesma!
      Beijos e um bom domingo tb.

      Eliminar
  7. Este o normativo geral aplicado nos Centros. Vejqmos e comparemos...

    "Centro de Dia - Inscrições

    A valência de Centro de Dia do Centro Social e Paroquial de ... tem capacidade para... utentes. O pedido de admissão deverá ser feito pelo interessado, ou por alguém que o represente, na sede do Centro mediante preenchimento de uma ficha de inscrição e apresentação dos seguintes documentos:

    Relativo ao idoso

    Bilhete de Identidade
    Cartão de Contribuinte
    Cartão da Segurança Social
    Cartão de Utente
    Relatório Médico relativo ao estado de saúde do utente e se é portador de doenças infecto – contagiosas
    Declaração do médico assistente da respectiva medicação e da sua toma
    Declaração dos rendimentos referentes ao ano anterior (I.R.S) e respectiva nota de liquidação
    Comprovativo de rendimentos, nomeadamente: reforma, subsídio, rendas e outros
    Relativo ao agregado familiar

    Comprovativo de rendimentos, reforma, subsídio, vencimentos, ou outros
    Declaração dos rendimentos referentes ao ano anterior e respectiva nota de liquidação, ou Declaração de não apresentação do IRS emitida pelas Finanças (I.R.S)
    Bilhetes de Identidade
    Cartões de Contribuinte
    Recibos de renda da casa/ empréstimos bancários
    São Condições de admissão:

    Não sofrer de doença infecto-contagiosa
    Não apresentar perturbação mental grave que ponha em risco a integridade física dos outros utentes
    Não sofrer de outras patologias que possam perturbar o normal funcionamento do Centro de Dia
    Para a admissão dos utentes, será considerado:

    O estado físico, mental e social da pessoa
    O meio familiar e social
    Possuir idade superior a 65 anos
    Ser residente ou habitar na freguesia.

    Entao vejamos estas fotos, simples exemplo do CONTRA NATURA do espirito idealizado no conceito socio religioso de irmandade, a terceira idade e seu acompanhamento na dignidade mais que merecida.
    Pegando na universal frase do saudoso e heroico (dez anos exilado por Salazar), do Sr. Bispo do Porto, apenas um trocadilho com respeito por Forninhos ser diferente,
    "De joelhos perante Deus, de pe perante um prato e um copo...".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Achas que em Forninhos o preenchimento da ficha de inscrição é feita conforme esse normativo estipula?
      Eu acho que não, porque se alguns apresentarem a Declaração de Rendimentos e respectiva nota de liquidação não têm, de certeza, direito a comer como comem!
      Dizes:
      Para a admissão dos utentes, será considerado:
      (...)
      Possuir idade superior a 65 anos (já calculava que assim fosse).
      Ser residente ou habitar na freguesia (idem).
      Olhando, de novo, para as fotos acima: está tudo dito!

      Eliminar
  8. Espero que haja consenso e bom senso e que seja um sucesso!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como procuro estar sempre bem informada sobre o que se passa em Forninhos, sei que festejaram hoje 3 aniversários, sinal que outros aniversariantes preferiram festejar com os respectivos familiares. Familiares que, com certeza, entendem que não é boa "onda" ir almoçar a um Centro de e para idosos!
      Parece que começa já a haver bom senso, pelos menos!

      Eliminar
  9. Uma boa introdução informativa sobre a origem dos centros sociais. Desconhecia o papel de D. António Ferreira Gomes na abertura dos centros paroquiais...E olha que o Centro Social Paroquial de Forninhos tem muito bom aspecto, e o "candelabro" é bem bonito!
    Mas se a intenção para que o Centro foi criado era a de possibilitar apoio a idosos carenciados, realmente naquelas fotos aparecem muitas pessoas jovens...Sabemos como nestas situações há sempre gente que se aproveita, no entanto isso só acontece se a gerência do Centro o permitir, o que não se entende forma nenhuma.
    E ai de quem denuncie estas coisas!... A maior parte das pessoas cala, e quem cala consente. Estamos a tornar-nos um país de cobardes, ou de mera indiferença, e o poema de Sofia vem muito a propósito.
    É um gosto ter-te de volta, Paula! E logo com um assunto que alguém decerto não gostará de ler.
    Bem hajas, "porque os outros se calam mas tu não".
    Boa semana, Paula!
    xx

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aqueles que comem à conta e, se nada mudar, hão-de por lá continuar a comer, decerto não gostam de nos ler, mas acredito que há muita gente que agradece as nossas palavras e volta.
      Sei que há uns anos atrás até serviam almoços a trabalhadores da construção civil. Alguém denunciou esta situação e puseram fim a esses almoços. Desconheço quem o fez, mas fê-lo bem. Mas hoje, se calhar esse "tu" até é conivente com os "outros". Já não digo nada...
      De qualquer forma acho que foi "sol de pouca dura" como se costuma dizer, caso contrário, não aceitavam inscrição de não-utentes do Centro e ainda por cima gente não-residente.
      Por cada inscrição, creio recebe este Centro € 208,00. Esse utente não come de borla, paga de alimentação uns 90/100 euros mensais. Se optar pela limpeza da casa, acresce mais não sei quanto...
      Afinal, esta é uma organização com ou sem fins lucrativos?
      É que ninguém fala disto, Laura. Acho que acham normal...sei lá...
      Boa Semana. Bj**

      Eliminar
  10. Boa noite
    este é mais um Post de interesse.
    Para o bom sentido ou não, depende do leitor
    Bom regresso.

    ResponderEliminar
  11. Boa noite, amigo!
    Andamos 5 anos a guardar (e tanto tens dado), coisas da nossa terra, Forninhos. Com orgulho fomos fazendo com que a historia genuina da nossa aldeia, fosse preservada, para os meus, teus filhos e todos os outros.
    Acho que estamos de parabens.
    Agora que o "Blog dos Forninhenses" atingiu um patamar internacional no registo de todas as nossas pesquisas sobre as suas origens e caminhos seculares, amadureceu e chegou ao ponto de se focar sobre a actualidade. O dia a dia da nossa comunidade e de forma sem fantasias nem fantasmas do outrora. O ajoelha e reza, nunca por aqui andou e por tal as coisas serao ditas de forma sustentada e estudada (trabalho, claro), chamando cada coisa pelo nome e sem olhar a quem...
    Mudou para a actualidade e tal deve dar para perceber neste Primeiro Post, o primeiro de muitos que devem clarificar certas coisas importantes para uma comunidade que continua(va) na subserviencia.
    "Numa mao nao existem cinco dedos serios".
    Daqui para a frente vamos contar os dedos.
    Como dizes amigo Pires, para o bom sentido ou nao. A mim nao incomoda, nunca comi no Centro, nem fiz festas de casado e dele restaurante, portanto, depende do leitor.
    Um abraco, companheiro!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, parece que já houve quem fizesse dele restaurante para festejar as "Bodas de Ouro", sempre lhes fica barata a festa, convenhamos!

      Para o amigo serip, só uma coisa: o leitor que beneficia se calhar prefere calar-se, mas nem todos comem e calam!

      Eliminar
  12. Saudações a todos.
    Primeira vez que participo neste blog e por um motivo que mexe muito comigo.
    Primeiro identifico-me para se alguém discordar se manifeste.
    Henrique Lopes, de Forninhos, residente, embora esteja mais tempo na zona de Lisboa.
    Centro Social e Paroquial de Forninhos - Instituição SUBSIDIADA por verbas PUBLICAS, ou seja Segurança Social. Criada para ajudar os mais necessitados.
    - Pergunto: O que é que o Centro está a fazer atualmente. Como é possível pessoas com reformas milionárias, estarem inscritas no Centro? Como é possível o Centro convidar, dezenas de pessoas de Forninhos e arredores, para almoços de Natal, GRATUITAMENTE, sim á BORLA. O Centro é uma instituição benemérita ou uma coletividade?
    Ontem dia 30, fui abordado num supermercado, por um colaborador do Banco Alimentar, entregando-me um saco plástico para eu colaborar. Na caixa por onde saí, não vi ninguém que não entregasse a sua dádiva para essa instituição. É esta colaboração que faz com que parte dos sem abrigo, dos que passam fome, conseguem sobreviver.
    Por isto tudo, sinto-me indignado ao ver o rumo que o Centro de Forninhos está a tomar. Sr. diretor, tome mais atenção. Sr. Assistente Socia, não feche os olhos. Há muitas provas na Net que não dignificam o Centro e podem ser observadas pela Segurança Social Distrital.
    Eu próprio e familiares, almocei no Centro, algumas vezes e como sentia que ainda não era altura para beneficiar da Instituição, deixei de usufruir.
    Sobre este assunto, muitas pessoas em Forninhos fazem comentários, quer nos almoços das festas da Sra. dos Verdes, quer no de Natal e até mesmo nas vezes que vão ao Centro durante mês.
    Todos nós, ao notarmos injustiças deste tamanho, temos a obrigação, para não dizer Exigir, dizer às pessoas que estão à frente destas instituições, cumpram as normas.
    Por um Forninhos mais transparente.
    Obrigado. Henrique Lopes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parabéns Henrique e sê muito bem-vindo ao blog dos forninhenses!
      Deixa que te diga que foste muito corajoso porque afinal disseste o que muitos forninhenses - não digo pensam - antes digo: dizem em privado. Tu publicamente apelas a um Forninhos mais transparente e é por isso que chegou a hora de nos focarmos sobre a degradante actualidade forninhense.
      "Os filhos do Centro" é só o começo...outros 'post's' virão. Pode ser que consigamos, agora, despertar as pessoas de comentar "N´o Forninhenses", porque nem todos estamos a dormir e nem todos cremos na "boa vontade" da gente "humilde" que dirige há anos o Centro.
      Dizes logo no começo que este assunto mexe contigo. Comigo mexe há anos!
      Quando em 2009 fiz a 1.ª postagem comprometi-me dar a conhecer a todos a nossa aldeia da beira, desde a publicação de fotos antigas, documentos antigos e também dar destaque ao nosso património, desde:
      Arqueológico e Religioso: Castro, Pontes, Igreja, Capela, Cruzeiros, Alminhas
      Arquitectónico: Casas, ex-escola primária
      Social e Lazer: Associação, Junta de Freguesia, Centro Social e Paroquial, Cemitério, Campo de Futebol.
      Do Centro Social e Paroquial, por incrível que pareça, não fiz post algum. Pensava muitas vezes:
      - Para o fazer, tenho de dar valor ao trabalho de quem lá trabalha. Mas...
      Impossível não denunciar as ilegalidades. Ilegalidades que tantas pessoas (algumas já falecidas) detectaram e detectam a cada domingo que passa.
      Sabes, a vida dum bloguista é tentar trazer para outros informação com diferentes interesses.É um "trabalho" um pouco árduo, porque exige de nós procura e exposição, mas...e como dizes -"Por um Forninhos mais transparente" - vale a pena.
      Obrigada pelo teu pertinente comentário e...vamos continuando.
      Um abraço.

      Eliminar
  13. Desculpem, esqueci-me de dizer que há pessoas inscritas no Centro não residentes em Forninhos. Ob.

    ResponderEliminar
  14. E preciso mudar o mundo, e depois mudar o mundo mudado. (Bertolt Brecht.)
    Ai daqueles que chamarem bem ao mal, e mal ao bem. (Creio que foi S. Mateus que o disse. Para um cristão, nao sao necessários grandes discursos.
    Agua mole em pedra dura, tanto da, que até a fura. (Muitos de nos morreremos antes que algo mude.
    Nao quero imiscuir-me no que concerne Forninhos, mas o mal esta por toda a parte.
    Mas o bem também e ha sempre uma réstia de esperança. Coragem, grande abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A esperança é a última a morrer, e eu não a quero perder, quero acreditar mesmo no "água mole em pedra dura...", mas enquanto houver aqueles que acham bem o que está, à vista, mal...é difícil...
      No entanto nas mesas vemos muitos copos meio cheios, quem sabe seja um bom indicador...
      Outro abraço.

      Eliminar
  15. Quer o testo quer os comentarios, reflectem sobremaneira a estranheza do modo como este pode estar a ser orientado.
    Pouco se sabe do rigor de procedimento relativo aos seus estatutos. As regras.
    Por tal, hoje enviei via e mail ao Sr. padre Paulo, director do Centro, um pedido de colaboracao para assim e atraves dos seus estatutos, se poder avaliar a real dimensao das palavras escritas que posteriormente poderao ser de louvor ou condenacao pois valores mais altos se levantam e o Centro reporta a muitas entidades, sendo a mais primaria e basica o povo forninhense.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sinceramente, acho que o padre não sabe da missa a metade!
      Mas está na hora de focar os olhos no Centro e nos já considerados "Filhos do Centro".

      Eliminar
  16. Cualquier institución que se cree deberá ser utilizada para hacer cumplir sus compromisos y obligaciones primarias, es decir para la que fue creada...En este caso para cubrir las necesidades y expectativas de la población de la tercera Edad. Ocurre siempre y en cualquier sitio que se aprovechan de los resquicios que pudieran existir para adulterar el fin primordial de su Fundación y creación.
    La misión fundamental es luchar para que esos ancianos tengan una Vida mejor y llena de alegrías y abundancias. Los Recursos han de ser para quien los necesita de verdad y no para satisfacer codicias personales.
    ¡¡¡Ah, Xisco!!! Cuando me recupere de mi estado de Salud, iré sin falta, a Forninhos. Es uma promessa ainda nao foi paga.
    Preciosas y certeras palabras de Sophia de Mello Breyner Andresen.
    Abraços.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa noite amigo Pedro.
      Estou certo que em breve viras a Forninhos cumprindo assim a tua promessa e termos a honra de entre nos acolher esse grande poeta de Espanha.
      Poderas constatar que "in loco" que o que aqui se escreveu ao longo de cinco anos de estorias, tradicoes e memorias, foram coisas reais. Havia que fazer uma pausa na transicao para a realidade actual, que se vinha preparando muito tempo atras com cautelas para minimizar as previsiveis ondas de choque pelo afronto publico a pessoas intocaveis por endeusadas e proeminentes na sociedade da aldeia.
      Coragem nunca faltou, havia sim que dar um tempo para este modo de analisar o presente, procurando, auscultando a voz da aldeia e, o mais dificil, o quebrar as amarras salazarista do medo subserviente de se poderem manifestar. Vencer os medos.
      A cada vez mais continua falta de transparencia moral, economica e social, fez abrir a Caixa de Pandora!
      "Caixa de pandora é um mito grego que narra a chegada da primeira mulher à Terra e com ela a origem de todas as tragédias humanas" (ironico...).
      Foi essa a caixa que aqui se abriu e sem espanto veio confirmar a milologia
      "...pois dentro dela os deuses haviam colocado um arsenal de desgraças para o homem, como a discórdia, a guerra e todas as doenças do corpo e da mente mais um único dom: a esperança.".

      E ate o unico dom, a esperanca cada vez mais se desvanece em vaidades pessoais e efemeras.
      Um grande abraco, companheiro.

      Eliminar
    2. Obrigada Pedro pelo comentário.
      Sinto-me cada vez mais em dívida com os meus visitantes, mas especialmente consigo.
      Um grande abraço e votos de melhoras.

      Eliminar
  17. Não pensava manifestar-me mais sobre este assunto mas é tão delicado que a minha maneira de ser me empurra.
    Sou membro de algumas comissões e associações, quase todas sem fins lucrativos, das quais no Concelho de Aguiar da Beira menciono: +Aguiar da Beira - Casa do Concelho de Aguiar da Beira da qual recebi este Domingo, na festa do Magusto anual, o emblema de prata dos meus 25 anos de sócio - Associação de caçadores de Aguiar da Beira - Núcleo sportinguista de Aguiar da Beira e Associação Desportiva de Forninhos, esta hibernada. Sócio destas instituições porque gosto de colaborar e ajudar mas não posso ficar imune com o que se está a passar no Centro de Forninhos.
    Penso que o Sr. Diretor já está a par da situação, faço votos que a situação se altere. Não estou contra ninguém, só com os dinheiros públicos a alimentar os mais abastados.
    Se não houver mudanças radicais á entrada no Centro a pessoas que não têm direito, serei dos primeiros a assinar uma exposição documentada á Segurança Social da Guarda com cópia enviada ao Bispado de Viseu.
    Muito obrigado por ter a oportunidade de me expressar neste espaço.
    Henrique Lopes.

    ResponderEliminar
  18. Assino por baixo Henrique.
    Essa gente acho que ainda não percebeu que estão a afastar gente de Forninhos. Ainda não percebeu que está na hora de mudanças radicais, quiçá renovar o Centro com gente com ideias novas e com vontade de fazer crescer o Centro de Forninhos, com projectos para os Idosos. Para os mais novos e para todos aqueles que visitam a nossa Freguesia ao longo do ano existe a Junta e podia existir a Associação Desportiva.
    Mas vamos ver, com o Natal à porta têm agora a oportunidade para demonstrarem o que aqui EXIGIMOS.
    Aguardemos, pois!

    ResponderEliminar
  19. Um post pertinente...um "grito" de alerta para que não se usem indevidamente os espaços que têm funções específicas, mais a mais por quem não necessita!

    Um abuso!!!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um abuso Grande.
      Vou contar-lhe um outro abuso, mais pequeno...digamos.
      Num Natal, estava o povo forninhenses na Missa na manhã do dia 25 de Dezembro e eis que se deu conta, quando se preparavam para beijar o Menino, que a imagem de Jesus pequenino, pertencente à Igreja, tinha desaparecido...
      Passado uns minutos, o sacristão sai porta-fora e enquanto os paroquianos esperavam - sem perceber muito bem o que se passava - algum tempo depois volta com a imagem nas mãos!
      Conclusão, a imagem tinha ido parar ao Centro, quem o dirige não estava presente, tinha ido passar o Natal fora e teve o sacristão de ir a sua casa, buscar a chave do Centro e "resgatar" o Menino. Ainda bem que tinha uma chave!
      Enfim...pequenos abusos que ninguém, à saída da missa, disse não compreender!

      Beijinhos.

      Eliminar
    2. Digno de divulgacao nacional num programa de "Insolitos...).
      Se nao te importares trato disso!
      Quer dizer, o Centro era para a Terceira Idade.
      Depois os Filhos da Terceira Idade.
      Depois os Filhos dos Filhos da Terceira Idade
      Depois o Menino Jesus
      Talvez a Maria e o Jose nao estivessem inscritos e deixaram sozinho o Menino, nao sabiam que qualquer podia entrar. Que pena...
      Se a vaquinha e o burrinho sabem disto, um dia destes batem na porta.
      Caramba!

      Eliminar
  20. Preciso de fazer um esclarecimento.
    Hoje recebi dois telefonemas de pessoas diferentes, perguntando por que me estava a meter nisto. Disse que responderia neste espaço e aqui vai.
    Para que não haja duvidas, eu não estou contra o Centro na globalidade.
    O Centro tem coisas boas e a elas tiro o meu chapéu. Atividades culturais, artesanato, passeios e até prestação de serviços ao domicilio.
    O que me dói, são as verbas que o Centro está a receber indevidamente e estarem a ser usadas para pessoas que não têm o direito.
    Estas verbas são muito caras pois saem do bolso dos contribuintes que lhe são retiradas dos seus salários. São para aplicar em quem realmente precisa.
    Por favor não me peçam explicações a mim. Liguem para o Centro e ponham as vossas dúvidas. a única coisa que posso aqui dizer é, se houver almoço de Natal como o ano passado, á borla, e com pessoas idênticas, quero dizer, pessoas que não têm o direito a benefícios do Centro, vai haver surpresa, e alguém vai ter dar esclarecimentos.
    E por aqui me fico.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Passeios, alto!
      Há pessoas a passear à conta que sequer são utentes do Centro.
      Mais...
      No último passeio, a Fátima, sabemos pela acta da Câmara que a mesma contribuiu com a quantia de € 500 Euros. Ainda assim os utentes pagaram € 10,00, cada. Os não-utentes pagaram igual quantias.
      Se isto é positivo? Possivelmente é positivo para alguém...para alguns!
      Henrique, acho que para o almoço de Natal tenho de contactar a TVI. A coisa tomou tal proporção que ainda me estou a rir :-))))
      Parece que demos início a uma daquelas polémicas graúdas da história da nossa terra!
      Afinal há mais filhos do Centro do que imaginamos LOL
      Em vez da poesia "Porque" devia ter optado pelo "Eles comem tudo..."

      Eliminar
  21. Boa noite.
    Passam mais de cinco anos que por aqui dou a cara com todo o gosto, numa postura de cidadania para com a minha terra. Sim, sou dai nado e criado e com todo o orgulho!
    Este blog, tem neste momento em que escrevo, 333,731 (trezentas e trinta e tres mil..) visualizacoes, sobre uma aldeia que ronda duzentas almas.
    Porra, chega de vaidades camufladas e cobardes pois se alguem luta por uma terra somos NOS! AQUI!
    Nunca irao perder a mania das politiquices, coisas vossas, entendam se!
    Estou farto como ja vinha estando e pelos vistos agora que passamos da idade da pedra e vimos para a actualidade sobre a vida real de uma sociedade que a todos pertence, sim, a Todos pertence, mas com rigor, ficam abespinhados...
    O Centro tem a maioria de coisas espectaculares, sem duvida, alias fiquei bastante contente com a sua participacao em Aguiar, aquando do festival do miscaro. Parabens, extensivos a outras coisas, sendo que uma mao nao lava a outra.
    Como se ve, os intocaveis acabaram e mais digo, estou a fazer um estudo profundo sobre a orientacao do Centro, independentemente de ter ou nao familiares e amigos, que esses pagam.
    Por tal deixei um pedido que enviei ao responsavel

    Boa tarde Sr. padre Paulo.
    Desculpe o incomodo pois sei do pouco tempo que lhe resta na sua missao pastoral, mas por entender que o assunto dela faz parte, venho humildemente solicitar a sua colaboracao acerca de esclarecimentos da Instituicao supra e por dela o Sr, ser o director.
    Publicamos no Blog dos Forninhenses uma analise acerca da visao exterior do funcionamento do Centro, mas a escassa materia palpavel, nao permitem um aprofundamento sincero da exaltacao ou critica real do modo em que decorre o seu funcionamento. Solito por tal o favor de o Padre Paulo poedria facultar os estatutos que tal regem.
    Rceba de mim um abraco fraterno.
    Bem haja
    Francisco de Almeida

    Se ja fui censurado de maneira fascita pela Junta (tenho provas), vamos ate ao fim, pois a "coisa" agora comecou e outras coisas de outras areas virao..
    Saudacoes forninhensesd.

    ResponderEliminar
  22. É tão bom saber de comunidades, de locais onde cada um é especial e insubstituivel.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem razão Pérola e por isso aqui a nossa discordância só relativamente à gestão.

      Beijinhos.

      Eliminar
  23. OS FILHOS DO CENTRO
    Transcrevo o publicado minutos atras na pagina do Centro,

    "Centro Social e Paroquial de Forninhos (Aguiar da Beira)
    34 min · Editado ·
    Foi através do comentário de apoio do Carlos que tivemos conhecimento da situação que abaixo publicamos, só nos resta lamentar o facto de tal situação se estar a desenrolar!

    Carl De Matts
    Tristeza de ler palavras escritas contra uma obra colectiva que beneficia Forninhos, palavras que tocam a todos nos mesmo sendo injustamente feitas de escarnio para provocar pessoas cada uma como todos nos com suas qualidades e os seus defeitos. Estamos em 2014, num meio rural e querer deitar abaixo o principal e unico laço social inter generacional que permite aos filhos da terra conviver com os seus avos e amigos... Fico realmente revoltado de ler tanta baboseira.
    Um grande obrigado a Sra Prof. Mariana Vaz , aos funcionarios do Centro, aos membros das diferentes fabriqueiras, aos Forninhenses e ao Sr Padre por tornar realidade esse centro em nossa terra... FORNINHOS para todos nos, solidarios.
    "Unlike" essa propaganda antisocial fazendo um "Like" nesse post para manifestar a vossa posição como Forninhense
    aqui fica o link no artigo em questão que me interpelou
    http://onovoblogdosforninhenses.blogspot.fr/…/os-filhos-do-…

    "Blog dos Forninhenses": Os filhos do Centro
    E acrescento, filhos de Forninhos os que por ele lutam por cidadania e dever social, indiferentes a escarnios e mal dizer, ao ponto de aqui se voltar com coragem renovada no virar do passado historico gravado, ao longo de cinco...
    ONOVOBLOGDOSFORNINHENSES.BLOGSPOT.COM|POR ALUAP AL

    Vamos analisar os "escarnios", "baboseiras", o "antisocial", com calma e por todo o respeito relacionado com o Centro Social e Paroquial de Forninhos, cuja obra, globalmente tem muito merito e nunca foi denegrida, mas "a mulher de Cesar nao basta ser seria...".
    Brevemente, (tendo acesso aos seus estatutos), faremos por dever imperativo de moral e liberdade inerente, um comunicado publico.
    Saudacoes sinceras para os Forninhenses.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Afinal quem é/foi o autor da publicação?
      No forninhenses o autor da publicação assina, todos podem ver/ler quem é o autor(a).
      Por um Forninhos mais transparente. Pois!

      Eliminar
  24. Com que então as tropas já reuniram. Até estranhei a demora :-)))))))
    Bem, para o Carl De Matts o Blog dos Forninhenses é um fetiche, um local de feitiço, de encantamento – e já explico porquê.
    Sempre que aqui publico um assunto polémico, esse rapaz não se contém, talvez porque queira protagonismo, não sei...
    Primeiro, publicava o que eu publico no blog que ele criou, administrou e extinguiu. Mas como ninguém lhe ligava patavina, reactivou a sua conta facebook para o efeito. Enfim...fica revoltado em ler tanta baboseira. Já eu fico irritada com a falta de transparência e não gosto do opaco.
    Acho que quem não deve, não teme!
    Em vez do texto transcrito, peça que publiquem os estatutos, os normativos, as regras, direito e deveres. Todos agradecemos!
    Quanto ao resto e restantes "filhos do Centro"...já que tanto incómodo lhes causamos, resta-vos sempre a mais simples opções na «net»: não abram, não leiam o blog dos forninhenses.
    Mas eu compreendo: é mais forte que vós LOL.

    ResponderEliminar
  25. Boa noite Sr. Eduardo Santos!
    Nao tenho por apanagio ser mal educado, mas frontal nas nossa realidades e tais ver a meu modo, mas saiba...pior que o cego aquele que nao quer ver e nao venho com paninhos quentes.
    Homem que e homem da a cara e nao se refugia em "Face", percebeu!
    Para quem nos le, a gente calculava que a "Caixa de Pandora" se ia abrir e jorrar um turbilhao de desesperos. Os intocaveis foram tocados (ainda agora comecou), pois muito vira...
    Mas, para enquadrar, vamos ver a sua citacao, que por medo nao teve a hombridade de publicar no Blog dos Forninhenses, que trabalha com diidnidade atenta, caso nao o sr. nao diria que viriam ler...elementar.
    Escalpelizo o seu texto, sem comentar, pois palavras e insinuacoes, terao tratamento em sede propria, agora que parcee comecar a raiar em Forninhos a palavra Liberdade.
    Apenas um exemplo...
    "Baixeja inqualificavel...". Grave, muito grave e vai ter de provar. Acho que o "amigo" perdeu o sentido do termo pudor, ou entao o negocio correu mal para o seu lado, os tesouros de S. Pedro nao foram encontrados...
    O senhor deixou o Blog por nao ter visibilidade, natural, Fazia encosto a tudo e a todos e afinal...escreve com medo e escondido, fala da administradora, mulher de coragem e digo com conhecimento!
    Fica o desafio, peguem no inicio do Blog dos Forninhenses e vejam o que este senhor escrevia e agora diz.
    Lamento a pessoa que tinha por amigo, chegar a este ponto e nao poder andar pelos proprios pes, senao veria que neste tema do Centro, tal, na sua essencia, nunca foi ultrajado. O funcionamento, sim, apenas questionado.
    Ou sera que em Portugal voltou a amarra do cala e come.
    Aproveite uns dias na serra e medite, pois muito vira para ser falado.
    Tal merecem os Filhos do Centro!
    Cumprimentos.


    Eduardo Santos (hoje)..

    " Eu escrevi bastante neste blog de Forninhos, numa altura que ainda imperava algum senso, deixei de o fazer quando percebi quais eram as intenções da sua administradora, fui muito insultado antes, e ainda o fui por algum tempo depois por os chamar a atenção, julguei que se ficassem por aqui, uma vez que já ninguém de Forninhos lhes dava nenhuma importância, enganei-me. Vêm agora com insultos de uma baixeza inqualificável. Forninhos é uma aldeia muito pequena, e ter um centro de apoio às suas gentes é um privilégio que tomaram outras freguesias ter, e também têm sorte de ter uma pessoa como a Sra. Professora Mariana a coordenar uma instituição em que consegue interagir os novos com os menos novos, o que é muito importante nos dias de hoje, em que as pessoas cada vez se afastam mais umas das outras. Esta SENHORA com letra grande, que dá a sua vida, muitas vezes com pouca saúde como toda a gente de Forninhos sabe, pelas gentes desta terra, não merece o que estas pessoas que tanto dizem gostar da sua terra, mas que nada cá fez a não ser um registo de nascimento e alguns bens que venham a herdar; por amor de Deus!... Tenham tento e deixem de só dizer mal.
    Escrevo aqui porque sei que os destinatários vão ler.
    P.S. Daqui lanço um apelo á Sra. Professora, não desista do seu projecto, não deixe que duas pessoas sem qualificação alterem o que de bom tem feito pela sua terra.

    ResponderEliminar
  26. Ai esse Senhor (a minha tentação é deixar a maiúscula da palavra Senhor, escrever simplesmente «senhor») escreveu isso tudo?
    Ele percebeu quais eram as intenções da sua administradora!!! Já o meu mal foi ter percebido bem tarde quais eram as suas reais intenções.
    Encostou-se ao blog dos forninhenses desde o início. Escrevia-me emails amiúde, com conteúdos que "Valha-me Deus".
    Pelo que leio até parece que ele era o meu mentor :-)))))
    Ah, se calhar era o meu editor e eu sequer sabia LOL
    Não me vou alongar mais, pois o Sr. Eduardo Santos já tem alguma idade e foi por isso que comeu à conta do Centro. Estranho seria que viesse cuspir no prato em que comeu!
    Acho que problema do Sr. Eduardo Santos é mesmo o registo de nascimento...alguém sabe em que lugar nasceu?
    Quanto ao património que tem em Forninhos, fiquem todos a saber que o tem à venda há anos, mas por não ter conseguido vender sequer a casa, tal até lhe deu jeito, assim recebeu de borla o almanaque da Junta de Freguesia que ajudou a elaborar!
    Já quem só tem lá o registo de nascimento pagou-o, se quis! Ou, será: deu um donativo?
    Fica para o próximo "capítulo".

    ResponderEliminar
  27. Ola Sr. Ex...
    Facil encontrar aqui estes ignorantes, quem se esconde e sempre escondeu as suas capacidades foi o Sr. ao ponto de me segregar por incapacidade absoluta de argumentar o que quer que fosse. Um inutil que teve de ter para a Felicidade o favor de um padre, ja que nao podia casar pela igreja. Comes e bebes, tudo vale...Modere a linguagem, seja humilde pois o envolvimento do Centro com tantas coisas, Deus queira que por aqui fiquem, pois o senhor (copia) anda em todas, milagre...

    As minhas desculpas aos leitores pelo baixo nivel dos comentarios e que mesmo assim, neste dia ja trouxeram a este Blog, 500 (quinhentas) visualizacoes). Nem todos serao burros, apenas anseiam em ver por anseios proprios e tal daqui tirar algum conhecimento, o desenrolar no qual voces estao expostos e a provar o contrario do aqui dito.
    Doi, claro...

    Deixo mais um "desabafo" de um intocavel (desculpem qualquer coisa da parte dele...), mas vejam o que dois "ignotantes infelizes despertaram a "este" que era presidente da Junta e quase tudo influenciava e acho que continua ligado ao Centro...

    "Ricardo Da Costa Guerra
    Não são só ignorantes e pouco conhecedores da abrangência de ação das instituições particulares de solidariedade social, acho que passa mais pela necessidade de desvalorizar pessoas por forma a suprimir um pouco da sua infelicidade pessoal. O Paulo pergunta onde estavam eles.. boa pergunta, a resposta é que é dificil!"

    Aqui estamos e estaremos, tem muito medo em aparecer e dizer que sabe aonde estamos.
    Quanto a infelicidade pessoal, fica entre nos, em breve!

    ResponderEliminar
  28. Realmente!
    Como dizia o outro: "qualquer ignorante hoje tem facebook".
    Sublinho:
    "O Paulo pergunta onde estavam eles.. boa pergunta, a resposta é que é dificil!".
    A resposta não é difícil Sr. RG: eu, pelo menos, estava a trabalhar na Amadora. A contribuir, mensalmente, para tal. Digo eu, que não conheço a abrangência das instituições...nem das contribuições!
    E o Paulo quem é?
    Acho que não conheço. Ah, lembrei-me acho que lhe enviei, por email, qualquer coisa que me foi pedido...também relacionada com o meu trabalho, pois!
    Enfim...
    Graças à nossa inspiração, construíram um 'post' deles LOL
    É mesmo verdade o que se diz: todos sabem ler, interpretar é que é mais difícil.
    OBRIGADA A TODOS PELAS 517 VISUALIZAÇÕES DESTE DIA (e só são 21H00).

    ResponderEliminar
  29. Da minha parte, falarei em tempo e sede propria sobre este assunto a partir de agora.
    Colocados foram ultrajantes comentarios de pessoas que de alguma forma, condicionam a razoabilidade e direito acertivo de pessoas.
    A nos, a "historia" sera diferente. Portugal, pais laico, mas conservador da sua religiosidade ancestar que aceitamos com veneracao.
    Frninhos, terra menor em habitantes , mas de coracao enorme, parou no tempo por "mestres" interesseiros.
    Fomos e somos ultrajados, mas divulgamos o nome da nossa terra num dia que a Junta em meses...
    Doi. Porque tal querem...
    Aqui, com sacrificio pessoal e dada a dimensao escrita, podiamos difundir muita coisa, porem, somos aquilo que nos chamam. Sei que os "doutos" nao gostam de ficar em segundo plano, pois por tal seriam chamados de inertes, ou nao...a caravana passa.
    Nos comentarios de hoje em paginas do "face", mais do mesmo.
    Intifada!!!
    Se os inteligentes que deixam em textos, aqui e ali,as suas opinioes (nao precisamos de estatistica), observassem com discernimento o que aqui ao longo de mais de cinco anos se escreveu, Forninhos poderia ter um pouco mais de cultura, na certeza de que um dia quem falara a um antecessor de como era a vida de outrora, pode aqui vir. Pessoalmente aqui venho muitas vezes para matar saudades, ver o que escrevi por viver e os outros por tal. Porventura uma forma diferente de fazer cultura, a do espirito em detrimento da barriga, se bem que ambas importantes e interligadas.
    O Centro tem o seu papel social responsavel e quem tem estudado a evolucao do passado e realidade presente, acho que humildemente tem "direito" a aparelhar o futuro em simples comentarios.
    Permanece a incognita de tanta agitacao. Sendo a gente um veiculo de emocoes e sentimentos, as pessoas "abespinhadas" temem o que...
    Disparates atras de disparates em alguns orgaos que arregimentam meia duzia... que vao atars de cores politicas, assim presumo!
    Uma coisa nada tem a ver com outra e definitivamente deixo o incomodo,
    O Centro a quem pertence ao Centro, qual a duvida e a irritacao, a nao ser que quem se sente incomodado...
    A palavra mais transparente e por cognitiva tem o nome de transparencia.
    Mas e para desviar atencoes, vem o facil da categoria ignorante arregimenta de modo facil, "Cuidado que querem ficar com o Centro".
    Sejamos serios e honestos, o Centro tem sido digno de muito louvor e se calhar o que tem faltado em parte, dignidade das pessoas que rodeiam a Sra, Mariana Vaz em aproveitamento pessoal de se mostrarem.
    Alguns irao perceber...

    ResponderEliminar
  30. Está boa essa de "tomar o poder do Centro". Nem nós temos essa dimensão e nem sequer essa intenção, queremos apenas dizer de nossa justiça no "blog dos forninhenses".
    Depois de se escrever um post, cada um pensa o que quer, escreve o que quer.
    Quanto ao que esses adeptos das redes sociais escrevem, por mim, se quiserem, podem continuar a "levar" os conteúdos do blog dos forninhenses para as suas páginas pessoais ou outras, porque eu fico sempre bem, qualquer que seja a intenção desses "filhos do Centro". Acreditem, mesmo.

    ResponderEliminar
  31. Nao vale a pena, amanha dia de "pica o boi", assim se dizia em Forninhos e chover no molhado, enfim...
    Por vezes quase me parece estar num Estado Fundamentalista.
    Facil para quem nao mostra a cara e dissemina as suas "coisas" particulares, sem a hombridade de dar a cara.
    Desafio qualquer de vos a demonstrar de forma consistente se o Blog dos Forninhenses, ultrajou alguem!
    Se colocou em causa, alguma vez, a honoribilidade de alguem!
    Se ainda e proibido, questionar o modo de gestao!
    Se nao se pode perguntar quem manda no Centro!
    Se nao se pode perguntar quem la pode comer!
    Se os utentes pagam o mesmo que os outros nao utentes!
    Se nos passeios participados pela Camara, todos pagam por igual
    E agora "manipulados" de forma arcaica, andam por face books, armados em defensores de qualquer coisa.
    Leiam e verao que nada indigna o Centro a nao ser possivelmente a utilizacao abusiva, o aproveitamento do baixo custo para comer e mordomias.
    Qual a indignacao, nao percebo. O Centro pertence aos que se enquadram nos estatutos defenidos, sendo que agora se lancou o alerta, da forma mais populista, " coitada da Sra. Professora". Merece o maior respeito pois foi grande ombreira deste "dom", mas, e penso que as coisas deviam ser mais claras.
    Houve escritas no silencio da ignominia, asa coisas mais dispares, ao ponto de "sermos humilhados", condenados nao, na praca publica.
    No exarcebar de animos exaltados, o comentario mqis frequente "o que deram, o que fizeram, etc...) e eles...
    Qual o grande pecado aqui cometido por questionar quem eventualmente vai ao Centro como se fosse um restaurante ou salao de festas.
    Simplesmente isto.
    Metam na cabeca em vez de devaneios incutidos.
    Quem pode usufruir do Centro, de que modo e condicoes.
    Nao se aproveitem de pessoas que por aqui vejo iludidas.
    Vejam antes quem pode ter interesses.
    Claro que o Centro tem a sua contribuicao extraordinaria para a nossa aldeia e por tal, como fazemos e outros utilizam (maldita politica), apenas tal vamos salvaguardar, mas com transparencia.
    O termo Transparencia, acho que nao incomoda ninguem, mas tal sendo e se quiserem os "iluminados' em descargo de consciencia, chamem o Ministerio Publico.
    Por mim nao vejo necessidade, a nao ser psicologos para algumas pessoas baixarem a terra ...
    Caramba!

    ResponderEliminar
  32. Paula tens toda a razão
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sei que tenho. Aliás, nós temos toda a razão, por isso é que os lobos andam sobejos!
      Um abraço e obrigada pela visita comentada.

      Eliminar
    2. Agora e mais a frio, sinto um pouco de remorsos pelas eentuais causas consequentes deste melindroso tema.
      O frio vai apertando e "coitadinhos" dos Filhos do Centro se perderem o paraiso, ficam "orfaos" ...
      Nao devia ficar preocupado, eu sei que idade e bom corpo tem, vao as matas e cozinhem, mas tenho receio que se possa ter perdido o espirito de Natal, sem bailaricos.
      Era tao engracada aquela coreografia de mao na cabecinha, cinturinha.
      Acho que seria melhor apagar tudo e voltar para o ano...

      Eliminar
  33. Estou farto de rir com o que "apanhei" no "Face" do Centro cujo acesso me foi vedado e assim acusam e fico calado...
    Mas o riso que nao consigo parar (sem malicia...), vem de alguem proeminente na tropa fandanga que se prepara para a sucessao e se aproveita da Sra. Professora Mariana e seu nome utilizam a belo prazer, tal como as comoventes palavras dos "coitadinhos" dos idosos.
    Todos respeitamos de igual modo, mas como sao muitos de vos que ali "mamam"como as fotos demonstram, a tropa acudiu ao toque do clarim.
    Mas o motivo do riso vem do desnorte completo de injurias e ate filosofia. Quem diria, nem Freud imaginaria que um dia chegaria a Forninhos Vejam...

    " Antes de diagnosticar a si mesmo depressão ou baixa auto-estima, primeiro tenha certeza de que você não está, de fato cercado por idiotas". FREUD.

    O mesmo Freud pediu que lhe enviasse cumprimentos...

    "As minhas capacidades ou os meus talentos são muito limitados. Zero em ciências naturais; zero em matemática; zero em tudo quanto seja quantitativo. No entanto, o pouco que possuo e que se reduz a pouca coisa foi provavelmente muito intenso."

    Muita paz!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então! É o que eu digo, construíram um post deles que intitularam "Minha Querida Prof. Mariana Vaz"...
      Só me pergunto porque tiveram de esperar que o blog dos forninhenses primeiro publicasse "os filhos do Centro"!!!
      Deve ser aquela coisa da inspiração. Falta-lhes...
      O desnorte é tal que dá mesmo para rir :-))))))))))))))))
      Sorriso grande, pois!

      Eliminar
  34. FICA O AVISO:
    Se os insultos, como é?, de baixeza inqualificável, continuarem, podem crer que nos próximos dias darei entrada dum Requerimento na Segurança Social e também no Ministério Público sobre as irregularidades e corrupção verificadas no Centro de Forninhos há anos.
    Prova testemunhal há. Fotos também as há e muitas. Comentários de "filhos do Centro", idem.
    Se calhar aí já têm de se defender, juntando os estatutos, fichas de inscrições e contas!!!

    ResponderEliminar
  35. Boa noite.
    Nunca pensei que este assunto tivesse um desenvolvimento destes ao ponto de haver ofensas. Não faz parte do meu ser.
    Para quem sabe como funcionam estes Centros Sociais deixo uma pergunta.
    Se o Centro de Forninhos receber a visita de um inspetor da Segurança Social e detetar o não cumprimento das regras a que está regido e impor sanções a este, de quem á culpa? É de quem está aqui a dar o alerta ou de quem não cumpre as regras?
    Os que sabem muito sobre os centros sociais que respondam.
    Sejam é moderados e deem também o alerta.
    Agora começo a compreender porque Forninhos está dividido. Lamento
    Uma boa noite para todos.

    ResponderEliminar
  36. Boa pergunta, a resposta essa é que é dificil, pelo menos, para alguns! Mas a continuarem com as ofensas é isso mesmo que lhes vai acontecer.
    E, deste modo, Henrique, vamos todos compreendendo porque Forninhos está dividido e quem para tal contribui.

    "A suspeita sempre persegue a consciência culpada; o ladrão vê em cada sombra um policial".
    William Shakespeare

    ResponderEliminar
  37. "O Centro Social e Parquial de Forninhos é uma Instituição Particular de Solidariedade Social, erecta canonicamente pelo Bispo da Diocese Viseu.
    A sua actividade principal é o apoio à 3.ª Idade, através de duas Respostas Sociais:
    - Serviço de Apoio Domiciliário
    - Centro de Dia".

    Tal reza a sua pagina oficial.

    Agora e tenho tristeza em tal afirmar, foi sendo corroido por erva daninha, por uma "irmandade" que pouco a pouco dele se apossou e defende em proveito proprio com unhas e dentes, sendo que te agora ninguem dos seus Orgaos Sociais vir a publico manifestar algo. Apenas mensageiros. Pudera, familiares e amigos dele se servem...
    Afastem o fantasma Da Intifada que estao a construir na boa maneira do rdicalismo eslamico. Ja nao pega! O CENTRO TEM VALOR SOCIAL INTOCAVEL, TAL COMO A SUA OBREIRA, SRA. PROFESSORA MARIANA.
    Assim entendo, mas nao vejo qualquer sinal de sentido proibido em se poder falar da sua gestao.
    Quem pode contribuir para afastar nuvens negras, pessoas havera, tal como a Sra. ASSISTENTE SOCIAL, por exemplo.
    Ela carrega responsabilidades e acho que deveria prestar algum esclarecimento para quem acompanha o tema.
    Ou outros Orgaos Sociais.
    O ridiculo foi a falta de transparencia e humildade, pessoalizando de escarnio,
    Sabemos que em Forninhos, a coisa esta "abafada", mas nao venham imputar responsabilidades futuras dos vossos erros. Isto ja foi mais longe do que podem imaginar! Neste momento o Centro ja esta a ser analisado e fora dos muros de Forninhos tornou se do dominio publico.
    Infelizmente...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem-feito. Podem agora, todos, agradecer ao Carl De Matts!
      E, a procissão só vai no adro, ainda não deu a volta à Igreja!

      Eliminar
  38. Sem histerias.
    Primeira questão, obrigada e parabéns a TODOS OS BLOGGERS. Estamos uns furos à frente dos adeptos das rede social Facebook, em que todos sabem ler e poucos ou nenhuns sabem interpretar um 'post'.
    Como decerto perceberam alguém levou o NOSSO 'post' para o Facebook. Os adeptos dessa rede social leram o nosso texto e comentários e depois preocuparam-se somente em criticar as pessoas (nós) que defendem ideias diferentes. Ah, e a defender/elogiar uma Sra. que se chama Mariana Vaz... mas estas coisas não vão lá por sentimentos.
    O grupo social existe ou faz-se?
    O grupo social não nasce feito: constrói-se. Depende de todos: entidades locais, naturais e residentes. Tudo o resto são artifícios.
    Segunda questão, para os adeptos do "face" e à qual não quero fugir. Porque é que escrevem o que escrevem e depois impedem-nos de comentar o 'post' que afinal até é NOSSO? São tão corajosos, mas depois "fecham" a opção comentários!
    Afinal, gostam de criticar as pessoas que defendem ideias diferentes, mas depois têm medo da resposta!
    E, são desnecessárias mais questões, porque a pessoa que levou daqui o nosso 'post' para o Facebook só se limita a defender o que não tem defesa e só pode escrever o que escreve, por desconhecer o que se passa por Forninhos, na verdade, não põe lá os pés há anos!
    Também verdade seja dita que de lá não é. Nasceu numa aldeia nossa vizinha, é apenas herdeiro de forninhenses!
    Acho que quem tem dois palmos de testa percebe que se trata de ressabiamentos derivados de inveja por ter criado um blog, em 2006, que intitulou "Forninhos Virtual" e lamentavelmente só se limitava a (per)seguir a nossa Junta de Freguesia, numa altura que em Forninhos a chaminé ruiu.
    Chama o blog dos forninhenses, de blog de latrina. Realmente é verdadeiro o dito "Chama-a puta a ela, antes que ela te chama a ti".
    Sem mais...
    Caros bloguers,
    Continuaremos de certeza a falar de outros assuntos, mas como já o afirmei, não tenho dúvidas que a gestão do Centro de Forninhos em termos de apoio social é péssima.

    Bom Fim de Semana.

    ResponderEliminar
  39. Neste contexto e para acalmar a "seita", apenas isto...
    Armaram a procissao, entregaram as opas para o palio aos do costume, e agora, aguentem o andor.
    Devem ser pessoas santas, pois antigamente eram aos mais abonados, agora os que querem tal parecer...Simplesmente tristes.
    Mas a Igreja, infinita na sua bondade, a todos acolhe e ainda bem.
    Do rico ao pobre, do culto ao inculto, num manto de amor mesmo que retalhado
    pela fome dos euros.
    E qualquer manjedoura serve de serventia, haja palha ou feno...

    ResponderEliminar
  40. O que as pessoas me dizem é que se tinham algo a dizer, a comentar, o melhor sítio era no post do blog dos forninhenses. A opção comentários está e sempre esteve aberta a todos!
    O grupo de cobardes que comentou no sítio do Carlos Matos decerto já viram que o "cabecilha" eliminou agora o 'post', mas fiquem a saber que eu tive oportunidade de ler os comentários apagados e fico à espera que, cara a cara, venham dizer-me o que pensam de mim e do blog dos forninhenses. Há coisas que têm limites e acho que esses comentários passaram das marcas do razoável e da educação. Há outras formas de se dizer as coisas...de defender o Centro.
    Afinal de contas nenhum disse que podiam lá comer pessoas com idade inferior a 65 anos. (Ponto)
    Observem as fotos. Acham normal na mesa dum Centro de Dia, que é um Centro para idosos, haver garrafas e jarras de vinho?
    É uma questão de ver em que chafurdice se encontra Forninhos. É com certas e determinadas mentalidades que somos um povo dividido. Coitado de Forninhos, tanta história e tão pouca cultura.
    Termino com o que vos diz o Xicoalmeida: armaram a procissão agora aguentem o andor!
    E já sabem: a procissão ainda vai no adro, ainda não deu a volta à Igreja.

    ResponderEliminar

Não guardes só para ti a tua opinião. Partilha-a com todos.