Seguidores

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Dia da Criança, Excursões da Catequese ao Buçaco, Nazaré e à Serra da Estrela

Dizem que hoje dia 01 de Junho é o "Dia da Criança" e por isso resolvi deixar aqui, nesta data, as fotos antigas das excursões da Catequese ao Buçaco e à Nazaré, que prometi aos que me lêem:



São imagens como estas que nos fazem perceber que é cada vez menor o número de crianças nas nossas aldeias, pois se colocarmos uma imagem dos passeios da catequese de hoje...como tudo é diferente, meu Deus!




Durante anos a catequese foi muito importante na educação e formação das crianças e de certa forma os bons catequistas desse tempo foram quem nos incutiu carácter e valores cristãos, mas a verdadeira base da catequese, acho eu, que é em casa, pois são os pais que devem dar o exemplo. E eu sinto orgulho por ver nestas fotos aqueles que viriam a ser os meus pais e a minha madrinha de baptismo.


Estas fotografias terão sido tiradas no ano de 1965(?)...e as crianças e os jovens catequistas hoje têm +47 anos (por aí...). Quem conhecer os jovens e algumas crianças envie os nomes para os comentários.

As fotografias foram tiradas do albúm, de:
Natália (m/ madrinha);
Sr. Pe. Matos (m/ padrinho);
Meus pais: Samuel e Ema.

Um Grande Bem-Haja pelo Contributo!

P.S. AFINAL A ÚLTIMA FOTO FOI TIRADA NA TORRE DA SERRA DA ESTRELA. Agradeço à Natália a correcção.

14 comentários:

  1. Bem se diz dessas e outras excurssões.
    Outros tempos se passaram, visitas a zonas do nosso País, até então desconhecidas para muitas destas Criânças.
    É assim, que todos nós e os que poderam efectuar estas visitas ao Buçaco e Nazaré, em que cada um destes locais é excelência por si só: o primeiro pela beleza do seu arvoredo e serra o segundo de uma maravilhosa paisagem, o Mar, o seu casario e suas tradições. Já para não falar das tao antiquissimas 7 saias, ( traje das mulhers).
    É sempre bom rever estas perssonagens.
    Siceramente, não conheço nenhum, talvez com umas dicas, descortine.

    ResponderEliminar
  2. É difícil reconhecer todos "serip413", mas quem clicar em cima das fotos, penso que consegue identificar algumas crianças, hoje homens e mulheres adultos e alguns se calhar já falecidos.

    Em cima (fotos do Buçaco), além do meu pai e minha madrinha consigo identificar a tia Emília carau, que está de luto (vestida de preto).

    Em baixo, com as meninas nazarenas, temos a Sr.ª Prof. Mariana; a Sr.ª Mariana carreira; a m/ madrinha, Natália cavava e o m/ pai, Samuel cavaca. A rapariga da ponta é a m/ mãe, Ema matela, mas não sei quem é a rapariga que está entre os meus pais. A rapariga das 2 tranças parece-me a Filomena hingino e o rapazito deve ser um dos filhos da Sr.ª Jesus (talvez o Zé Fernando?).

    No grupo da última foto está novamente a Natália, a Prof.ª Mariana e a Filomena. Também me parece que está lá a Emília da tia Alice. O menino de camisa branca e gravata é muito parecido com o Quiel do ti Ismael, pelo que deve ser o irmão mais velho (o Zé) e ao lado só pode ser o Ernesto.

    ResponderEliminar
  3. Já ouvi muitas vezes que as coisas mais belas e completas são aquelas mais simples. O "Olhai os lírios do campo" nos diz muito disso. E este teu espaço também. Gostei muito, gosto muito do povo português e das coisas que você publica. Estou seguindo.
    Um grande abraço do Brasil.
    Gilson.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É nas coisas mais simples que reside a maior beleza, é certo, e também os gestos humanos medem-se, não pela sua dimensão, mas pela felicidade que causam no próximo e o seu gesto Gilson deu-me uma grande alegria. Muito obrigada. Palavras como as suas são um estímulo para continuar recordar o passado com imagens como estas e a divulgar o belo que há por esta aldeia.

      De Lisboa, um abraço.

      Eliminar
  4. Esta data é especial, aqui o Dia das Crianças é 12 de outubro e aí é 1º de junho, ótimas lembranças, felicidades! Um abraço, Yayá.

    ResponderEliminar
  5. Estas fotos dos passeios da Catequese ao Buçaco, à Nazaré e à Serra da Estrela, leva-nos a meditar sobre tempos vividos com encantos que hoje, na verdade, não existem. As excursões da catequese de agora, ao contrário do que acontecia no meu tempo e ao tempo de que as fotografias são ilustrativas têm maior adesão de adultos, o que é preocupante e nada positivo para a formação humana das crianças, mas nas últimas décadas tudo mudou e drasticamente para pior!
    -/-
    Esclareço que no grupo da última foto, tirada afinal na Torre da Serra da Estrela, o menino de camisa branca e de gravata não é o Zé do ti Ismael, mas antes o Zé Carlos (o pai do Ricardo, Presidente da JF de Forninhos).
    Assim:
    Perfilado para a fotografia temos, atrás: a Emília e o Fernando da tia Alice e a Sr.ª Prof. Mariana; de trança: a Natália, a Filomena hingino, o Lindo, o Zé Carlos e o Ernesto (o menino atrás do Zé Carlos é da Matela).
    À frente, de pé: o Zé António guerrilha; a Lena pirolas; a Fiquita (irmã da Iracema); a Ana Maria (filha do tio Maximiano Afonso);
    Agachados: O filho da tia Augusta rata (o Luís); filho da tia Ana Moreira (Adelino); Artur (filho do tio Maximiano Afonso); e o Zé ciranda (já falecido).

    ResponderEliminar
  6. No grupo da segunda foto, tirada em frente ao Palácio do Buçaco, da direita para a esquerda, temos:
    De luto, a tia Emília carau; Mabília; as 3 seguintes são da Matela; Darcília; Natália; Filomena; Santa; da Matela; Pe. Ilídio (ex-padre);
    Fila da frente, da esquerda para a direita, temos:
    Lena pirolas; Ana dos Anjos; Ana Maria (do tio Maximiano); por trás das Anas está o Alcides(filho da tia Prazeres matela); a menina de bandulete é a Lurdes (irmã do Xicoalmeida); Agostinha Carvalho; de laço papillon o XICO; depois: o Zé Fernando (filho da Sr.ª Jesus); a menina seguinte é uma irmã da tia Laurinda e a seguir temos a Isilda grilo. Por trás da Lurdes, Agostinha Carvalho e Xico, temos a Natália pega e a Iracema/ou/Fiquita.
    Os restantes são da paróquia da Matela.
    -/-
    No grupo da foto tirada na Nazaré a rapariga que está entre os meus pais (Samuel e Ema) é a Clementinha, filha do tio Ismael Lopes. A menina que está à frente da Sr.ª Prof. Mariana é a São Melo e o menino é mesmo o Zé Fernando, filho da Sr.ª Jesus.

    Muito obrigada à Natália Cavaca pela partilha e por identificar nestas fotografias estas crianças, hoje homens e mulheres adultos.

    ResponderEliminar
  7. Agora é assim:
    A maioria dos forninhenses que prestam atenção ao que aqui se escreve não fazem ideia, ainda que mínima, que para fazer um post, seja num dia especial ou quaisquer outros, é necessário, primeiro de tudo, escolher o assunto a publicar, escrever um texto, corrigi-lo, procurar e editar fotos, etc… e isso demora muitas horas e alguns dias, mas... como “ Quem não tem vergonha não tem consciência” (Thomas Fuller) e como eu tenho direito de ser “desagradável” para algumas pessoas, aqui fica para os que só querem seguir o blog sem mais… o pedido de não recuperar as fotos do novo blog dos forninhenses. O leitor que quiser permissão para guardar no seu computador alguma(s) foto(s) pode pedi-la(s), via comentários. Não dói nada!

    Cpts.

    ResponderEliminar
  8. Quando eramos pequenas, a minha irmã Cila recebeu uma boneca nazarena com as sete saias vestidas era uma boneca muito bonita, não sei quem lha deu, devia ter sido alguém que foi a uma excursão à Nazaré e lha deu de presente.
    Nas fotografias só conheci algumas pessoas adultas, as crianças só conheci umas duas ou três, depois de a Paula ter revelado os seus nomes, ao voltar a ver as fotografias já as consegui identificar, dá gosto ver estas fotografias antigas, dá para ver que nesse tempo havia muitas crianças em Forninhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Essa boneca da Cila era parecida com as meninas que posaram para a fotografia, a tirada na Nazaré. Em criança fiquei fascinada com as saias. Na minha meninice também fiquei encantada com uma bailarina e som que ouvi de uma caixinha de música da tia Natália. Hoje à distância continuo a perguntar-me se as coisas boas que a geração antiga (nós) vivemos na nossa infância, não fará falta na vida futura das crianças de hoje.
      Em adultos o que será que vão recordar dos passeios da catequese?
      Uma coisa é certa, mesmo sem ter vivido as coisas que nós vivemos, quando tiverem a nossa idade vão lembrar o que viveram.

      P.S. Em cima onde se lê Ana Maria (filha do tio Maximiano Afonso) deve ler-se Idalina (filha do tio Maximiano Afonso) - 2.ª e 4.ª fotos (Buçaco e Serra da Estrela, respectivamente).

      Eliminar
  9. Era nestas alturas que as criânças mais agradeciam, um simples passeio, mas para elas era uma grande saída, sempre habituadas á terra e aos afazeres do campo, sim porque estes meninos desde cedo eram habituados ás lides da terra.
    Então num dia em que podiam ir aqui ou ali, para eles ( nós )era com alegria, na noite anterior ao da saída nem se conseguia dormir tal era a ansiedade do acordar na manhã seguinte e poder visitar terras e lugares mais distantes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sorte de todos aqueles que tiveram oportunidade de conhecer esta emoção, porque ao contrário do que acontecia no nosso tempo, hoje as crianças passeiam por todo lado na companhia dos pais e não fazem ideia como estes convívios entre crianças eram saudáveis.

      Eliminar
  10. Como podemos ver havia muitas crianças na nossa terra, era muito bom termos um passeio no fim da catequese, todas tão contentes por sairmos da terra e irmos ver coisas diferentes como o mar, Fátima, Batalha e tantas outras coisas tão lindas. Não sei de onde vinha o dinheiro mas não pagávamos nada , o Sr. Padre la tinha ajuda de algum lado ,obrigada a todos os que ajudaram nessas excursões. Nas fotos há bastantes crianças e catequistas da Matela Alguns estão aqui bem perto de mim, quando nos encontramos falamos sempre desses tempos.Ha la criancas muito bonitas e bem vestidas mas o XICO e o mais jeitoso e pena que ele e suas irmãs não colaborem sobre estes passeios. Quando ai for vou dar vos o arroz.. Todos vos que gostais de recordar estes tempos contai as vossas historias como faço eu pois não sei escrever de outra maneira, mas ha quem goste não e DAVID. Um abraço para todos os que estao nas fotos da amiga Natalia Dutra.

    ResponderEliminar
  11. Hoje em Forninhos (e se calhar no resto do país) as crianças da catequese são poucas, no entanto, acho que as excursões, quer sejam a Fátima ou a Salamanca, são pagas. Mas no meu tempo também não se pagava nada e lembro-me bem ir ao Buçaco. Era na mata que comíamos o que as nossas mães mandavam. A viagem era uma aventura. Ainda hoje quando passo na barragem da Aguieira me lembro dessas viagens. Saudades desses tempos.
    Mas voltemos às excursões da década de 60. Na primeira foto a contar da esquerda para direita, com um lenço ao pescoço, dá para ver que é a Lucília Carvalho. Lá está novamente o Zé Fernando, a Lurdes e o Alcides com o cachecol na cabeça, pois estava doentito. E ao centro lá está todo janota o Xico. Já na altura tinha estilo :))atrás do Xico está a tia Emília carau e atrás o meu pai, que era um dos catequistas. Na foto tirada na Serra da Estrela também gostei de ver o Zé António Guerrilha de blazer e o Zé Carlos de gravata. E a Filomena também tá muito castiça, com as tranças e laçarotes, quase parece uma nazarena!
    É bom ver estas fotos antigas, só assim eu e outros mais novos temos ideia como era o Xico, o Zé Carlos, Zé António Guerrilha, o Ernesto, a Isilda, o Zé Fernando, o Alcides, etc... etc… E é muito bom ver alguém desta geração (minha madrinha) embora muito longe, dentro das suas possibilidades contribuir para a divulgação da nossa terra. Mas que é uma pena imensa não voltarmos a ler as histórias do Xico e ter a opinião dos leitores forninhenses assíduos que "perseguem" este blog, lá isso é!

    ResponderEliminar

Não guardes só para ti a tua opinião. Partilha-a com todos.