Seguidores

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Procissão, Ano 1966-AGO-15

E já lá vão 3 anos a levar a todos os filhos e amigos de Forninhos as notícias, a história, as tradições e as curiosidades da terra que me viu nascer. Fazendo uma retrospectiva parece-me que o balanço é mais que positivo, o blog tem arquivado muito boas memórias, história e estórias do tempo de antigamente; o ponto menos forte do projecto, a meu ver, é a divulgação das notícias que fazem parte do quotidiano da nossa aldeia, assumo alguma falha da minha parte, contudo, é um aspecto que poderá ser melhorado com a intervenção dos residentes que passam por aqui diariamente, pois a colaboração, activa/ou/passiva, cabe a todos nós filhos e amigos de Forninhos. 
E...todo este arrazoado para vos deixar aqui hoje, 09-NOV-2012, como não podia deixar de ser, mais umas relíquias que fazem a história da nossa terra e que são a confirmação que dantes a maioria das imagens da igreja não faziam parte da procissão e é um facto que os tractores é coisa de ultimamente. Sempre ouvi falar da época que levavam três...depois quatro.  Mas hoje sei que houve um tempo em que não havia andores na procissão de N.S. dos Verdes. 
Como para compreendermos o presente é preciso primeiro conhecer o passado, é bom reparar/ou/recordar o que foi durante anos o lugar do Porto, a procissão em honra de N.S. dos Verdes e aquilo que fomos no passado e o que somos hoje:

Em que havia sempre tanta gente

Santa Marinha e a Senhora dos Verdes caminham juntas

A Cruzada e o Menino Jesus

Hoje esta paisagem diluiu-se ou quase...mas de certeza que muitos leitores recordarão os rolheiros do centeio e as festas deste tempo que foram intensamente vividas.
E, porque o blog está hoje de Parabéns, quero dizer-vos que  estes últimos 3 anos foram para mim um enriquecimento e também um investimento, por isso, o objectivo é o da continuidade. Sempre por amor à minha terra, Forninhos! 
Quero ainda felicitar os participantes activos que apoiam o blog e agradecer-vos por não se importarem de partilhar na página dos forninhenses as vossas fotografias.
E, se fôr um seguidor ou um visitante anónimo, bem-haja por me ler, pela visita e por me seguir. 

33 comentários:

  1. Parabéns pelo trabalho feito com tanto carinho e já há 3 anos. Isso não tem preço. Resgatas a história! Lindo trabalho! beijos,chica e parabéns!

    ResponderEliminar
  2. Parabéns pelo trabalho, três anos de intenso querer em mostrar Forninhos ao mundo e aos seus descendentes espalhados pelos quatro cantos do mundo, relatando e mostrando o que naquela terra se passa e o recordar o que já passou, o tempo passa e já não volta e tudo se modifica, só quem conheceu o local onde estas fotos foram tiradas é que consegue dizer o local, hoje nem semelhanças, até o caminho está diferente, o mundo pula e avança e nada mais será como antes, ficam as fotos e as recordações, e o mais interessante, alguém que teima em não deixar cair no esquecimento a história da sua terra, parabéns Paula.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo11/09/2012

    Olá Paula,
    Hoje 9 de Novembro venho felicitar-te e dar-te os parabéns pelo teu “filhote” de 3 anos, que criaste e baptizaste com o nome blog dos forninhenses a quem dedicas com esmero e todo o amor e carinho. É pena que alguns forninhenses que poderiam colaborar não o façam, através dos comentários e envio de fotografias, mas Paula tu não és mais que Jesus Cristo. Narra a profecia bíblica que Jesus veio para os seus, mas os seus não o receberam e numa outra passagem a bíblia também diz que ninguém é profeta na sua terra, muito embora o seja!
    As procissões que fazem em Forninhos mudaram muito desde o meu tempo para cá. A procissão dedicada a Nossa Senhora em 15 de Agosto na minha maneira de ver, deveria realizar-se apenas com um único andor com a imagem de Nossa Senhora dos Verdes a quem a festa é dedicada, tal como fazem no dia da Padroeira de Santa Marinha, que sai só um andor com a sua imagem. Também dou aqui o exemplo do que se faz em Mangualde que no dia 8 de Setembro se Venera o dia da festividade de Nossa Senhora do Castelo e apenas sai em procissão um andor com a sua irmagem. Em Forninhos a continuar a sair todos santos, os altares da igreja ficam sem santos!
    Parabéns ao blog e a todos os que colaboram e já agora faço um apelo para que haja mais colaboração da parte dos forninhenses.

    Um grande abraço Paula da tia Margarida.

    ResponderEliminar
  4. Vc faz um belo trabalho em voltar no tempo.
    Parabéns pelas postagens, minha querida.
    Bjs de cá.

    ResponderEliminar
  5. Primeiro de tudo, agradeço os 4 comentários.
    Esclarecendo:
    Tenho dedicado à página dos forninhenses tempo e empenho; a Forninhos amor; à gente antiga e humilde muito carinho. É verdade. À gente de hoje nem por isso, porque simplesmente não me identifico com essa gente. E quando digo que assumo alguma falha da minha parte na divulgação das notícias que fazem parte do quotidiano da nossa aldeia, se calhar devia antes dizer/esclarecer que as minhas visitas a Forninhos são raras e a maior parte das vezes não estou presente nos “eventos” da freguesia, pelo que só posso divulgar o que, entretanto, alguém me faz chegar, mas concluo que faria o que feito está.
    Sem dúvida que estes últimos 3 anos foram para mim um enriquecimento e um investimento e muito sinceramente desde o dia que publiquei a procissão do dia 15 de Agosto de 1976, a 9 de Novembro de 2009, não me arrependi de escrever publicamente para todos a história da minha terra, arrependida estaria com certeza se escrevesse ou publicasse "memórias" somente para um grupo específico, mas “cada um é como cada qual” e é o blog dos forninhenses que está de parabéns, por mérito de quem o faz e de quem o lê.
    Festejar o aniversário dum blog evidentemente que é uma “brincadeira”, mas eu gosto de lembrar como este “menino”começou. Com alguma antecedência selecciono a(s) fotografia(s) para o dia 9 de Novembro e procuro que retratem aquilo a que me propus em 2009, por isso, hoje os que apoiam o blog e os que por “aqui andam”, podem ficar com uma ideia de como era a procissão do 15 de Agosto de 66. Mas que também sirvam estas três fotografias para recordar as tradições dos anos 60 do Século passado, em que havia as ceifas e malhas e a gente era mais do dobro que hoje. Segundo os censos de 1960, Forninhos tinha 489 habitantes e 134 casas.

    ResponderEliminar
  6. Parabéns Paula pelo teu excelente trabalho. Escreve sempre; mesmo que haja críticas, aceitas sempre como construtivas.Tudo fica para a história. O dia 15 de Agosto de 1966 representa muito para mim, pois tinha acabado de regressar de Moçambique da Guerra Colonial. Desse dia recordo que tirei várias fotos sendo uma delas junto ao cruzeiro de Forninhos onde estou eu e os meus primos Samuel e António "Chispas"; a outra na Srª dos Verdes com a Ema e a minha prima Darcília. A seguir à missa houve um jogo de futebol no terreiro da capela; estreámos equipamento novo; jogámos com os da Matela; como perdemos, o Sr.Padre Matos ficou um nadinha aborrecido, mas no futebol, nem sempre ganham os melhores.

    ResponderEliminar
  7. Obrigada pelo comentário encorajador e ainda pelas suas fotos.
    Tenho que dizer que estas relíquias foram cedidas ao blog dos forninhenses por João Albuquerque.
    Sei que não agrado a uns, porque não persigo a Junta; e a outros porque não elogio a Junta…mas sou como sou e o que desejo para o blog dos forninhenses e para a freguesia de Forninhos é o melhor, tal como desejava à 3, 4, 5 e 6 anos atrás no extinto blog de Forninhos e.. quer queiram, quer não queiram, eu hei-de ser sempre a aluap do blog!
    Portanto, a aluaP cá irá continuar, por um lado, porque desistir não faz parte do seu dicionário, nunca fez; por outro, porque a Paula acredita que há sempre hipótese de melhorar algo que já é perfeito, ainda acredita no trabalho colectivo e acredita que os mais velhos, que são quem têm mais memórias, podem dar o seu contributo para tornar melhor esta página.
    Para finalizar, estou feliz por recordar, aqui este dia, em especial, o jogo de futebol e a estreia do equipamento, pois não deixa de ser uma parte da história das festas de Forninhos.Espero que outras pessoas “de idade” tragam aqui memórias dessas festas.

    ResponderEliminar
  8. Hoje o blog dos Forninhenses é especial porque faz 3 anos, mas para mim é especial todos os dias, desejo que este ano que vem seja mais um ano repleto de memórias e acontecimentos brilhantes da nossa terra, VOTOS DE SINCEROS PARABÉNS prima Paula pelo excelente trabalho que nos deixas aqui.
    Para mim esse dia 15 de Agosto de 1966 também foi especial, além de ser dia de festa na nossa terra foi o dia do meu batizado. Como tudo mudou, das procissões ao caminho hoje está tudo muito diferente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria,
      No ano do teu nascimento e baptizado, como podemos ver, comparado com a realidade actual, o lugar do Porto era dominado por campos de cultivo e arvoredo, a construção das casas do “Bairro do Porto” foi para aí no princípio da década de 80.
      Um dia destes trago aqui umas fotos de baptizados, inclusive do teu. Tenho umas com o Pe. Matos, que foi quem te baptizou, com o teu pai, os teus tios e padrinhos, Samuel e Natália, e acho que uma com a tia Margarida. Mas não prometo que seja já, porque um post destes ou outro, com fotos antigas, muita gente não imagina sequer, implica muito trabalho.
      Dizes que o blog é para ti especial todos os dias, ou, como dizes, não é especial só pelo aniversário. Estou feliz por saber isso, porque este blog é parte de mim e o que importa não é os aniversários ou os parabéns, o que é especial é saber o que se faz pela causa comum, de forma voluntária e de braços abertos. Muita gente que aceitou ser “contribuidor” não percebe que devia dedicar algum do seu tempo a esta causa, mas infelizmente mostram a cada dia que passa que não têm vontade de afirmar Forninhos para além de Forninhos. E assim vai o nosso desenvolvimento…assim vai o nosso Forninhos.

      Eliminar
  9. Sem duvida nenhuma teria sido uma perda grande se este blogue nao existisse.
    Quero dar os parabens a todos quantos o tem alimentado, mas especialmente a amiga Paula, porque gracas a ela ficamos a saber muito mais de Forninhos e da nossa Beira; Bem haja!

    Quero tambem dar os parabens a freguesia, que e uma das que vai continuar de acordo com a ultima lei conhecida!

    A todos o meu sincero obrigado e coragem para continuar!

    Um grance abraco de amizade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Al pelo seu comentário. Eu assim continuarei, coragem não me falta, nem nunca me faltou, ando cá por amor “à camisola”, i.é, por amor a Forninhos. Não escolhi esta terra, nasci cá, e sei que posso dar o meu contributo para a tornar melhor. Esse é o caminho que tracei e irei continuar a lutar pelo que acredito.
      A reforma administrativa do território. Sabe que para muitas aldeias da nossa região representa só um passo à extinção da vida local, da proximidade de alguns serviços, como pedir um atestado de insuficiência económica, receber a pensão, pagar o telefone, etc…
      No que toca a Forninhos e no que toca também ao nosso concelho (AGB), pelo que vejo no mapa, finalmente esclarecedor, vou partilhar o que penso. Estou de acordo e feliz por ver que Forninhos pode continuar a ser freguesia e não se agregar a Dornelas ou Penaverde, pois não existe qualquer afinidade entre as pessoas, agora e no passado. Agora, espero que a freguesia de Forninhos venha a ser bem servida de serviços públicos de proximidade, pois são as suas gentes que os vão buscar mais longe, sempre foram!
      No caso do concelho, em geral, acho que a Assembleia Municipal poderia ter evitado a agregação da freguesia de Coruche, bastava para tanto propôr a redução do número de freguesia até 20% (artigo 7.º) e com isso perdia menos 1 freguesia. E por aqui me fico. Mais à frente, publico o assunto.

      O meu também grande abraço de amizade e muito bem-haja pela sua sempre valiosa colaboração.

      Eliminar
  10. Parabéns pela divulgação do "viver e do sentir" da sua terra!Continuação dos maiores sucessos!

    ResponderEliminar
  11. Bem haja, JPCLEMENTE. Tal como eu, você sabe que para divulgar o "viver e sentir" duma terra como é a minha e a sua é preciso persistência e sobretudo coragem para continuar, porque a verdade é que os blogues fazem alguma sombra e há sempre gente que se sente incomodada por saber o que se faz pela terra.

    ResponderEliminar
  12. Tambem te quero deixar aqui os meus parabéns Paulinha,tens feito um otimo trabalho,fiquei a saber e a gostar ainda mais da minha terra graças ao blogue , como estas fotos ,tenho a certeza que deve haver gente em suas casas a tentar reconhecer as pessoas da procissão,é pena não comentarem,mas cada um é como cada qual,bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  13. Cinco letras…
    Cinco pontas de cadente perdida na aurora
    Na loucura de alguns instantes escrevo
    Descalço vou adiante num ir longe, embora

    Solto das mãos murmúrios sussurrantes
    Do basalto explode um bando de pombos bravos, alguns negros
    Há um livro branco apenas com a palavra ausência
    Há uma carta de marear para um rumo de mil segredos

    Flores de solidão crescem em pedaços de fria lava
    Um espantalho saltou-me do bolso a remexer
    Uma sombra desceu a janela e tocou-me
    Cerrei olhos para sentir o que não queria ver

    Luminoso fim de semana


    Doce beijo

    ResponderEliminar
  14. Todos nós, Profeta, temos dentro de nós velhas mágoas, por isso se sente a dor, mas um lugar de memória não pode ser prisioneiro da mágoa. Por isso escrevo sobre boas memórias passadas.

    Agradeço a sua visita e os versos que deixou.

    ResponderEliminar
  15. Tal como o David, também muitos outros mais já me disseram que passaram a gostar mais da sua terra por causa deste novo blog. Para além, de me dizerem que aqui recordam bons momentos e que só agora acham realmente bela a nossa terra e a nossa arquitectura, entenda-se, nossas casas e casinhas. Aqui conhecem a história de Forninhos e foi pela sua história que se fidelizaram ao blog dos forninhenses com visitas diárias. Isto é o que mais me dizem.
    Nesse instante, penso apenas que Forninhos é uma aldeia, à semelhança de outras aldeias da nossa Beira, que só merece estar na blogosfera com a imagem que agora tem.
    Neste blog e, no caso, nesta procissão, em que havia sempre tantos adultos e crianças, percebe-se bem que as procissões, não mudaram para melhor, por isso é que eu adoro retirar o pó do que está guardado no baú das memórias e mostrar de forma clara o que fomos no passado.
    Nestas 3 fotos só conheço o Pe. Matos, que foi o padre que mais marcou a vida da Paróquia de Santa Marinha de Forninhos, quer pela sua maneira de ser, quer por conviver com a juventude e foi muito criticado por fazer o bem, mas concluo que isso é uma tradição de Forninhos lol, tradição mesmo, pois perdura até hoje!, mas são as gerações anteriores à minha que melhor conhecem como era conviver com o Sr. Pe. Matos e tudo o resto...
    Despeço-me aproveitando para desejar um Feliz S. Martinho àqueles que apoiam o nosso blog e que querem ver este projecto crescer de dia para dia.

    Um abraço para Vós.

    ResponderEliminar
  16. De certo que sabe que está a escrever uma monografia sobre Forninhos,o que a coloca no rol das pessoas mais ilustres de Forninhos.

    Parabéns pelo trabalho, e amor à terra.

    Muita amizade
    Francisco

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora, aí é que está o busilís...mas vamos ver se no futuro não vão outros dizer que foram 'eles' que escreveram a história de Forninhos!
      Podem até daqui tirar pela calada fotos e temas vários,como fazem amiúde, mas para escrever sobre Forninhos tem de se sentir esta terra e esse sentir ninguém mo pode tirar.

      Bem haja Francisco, as suas palavras acertaram na mouche!

      O meu abraço amigo.

      Eliminar
  17. Também eu entremeio deste blog e o trabalho que a Paula aqui tem feito tenho aprendido muito sobre a nossa terra . Aqui te deixo os meus parabém por este bonito blog . Beijinhos.

    ResponderEliminar
  18. Bem haja manuela. A melhor forma de dizermos que gostamos do novo blog dos forninhenses é participar, portanto, não desistas de servir a nossa terra, através do blog.
    Forninhos e as nossas aldeias estão cheias de pessoas com memórias, mas poucos falam delas. Dizemos depois que Forninhos não tem um local onde se exprimirem. É verdade. Não tem um lugar físico para o efeito, mas seguramente há pessoas da nossa e outras aldeias que todos os dias encontram-se por aqui e que se não "contam como foi" é porque não querem!

    Beijinhos**

    ResponderEliminar
  19. Muitos parabéns ao Blog e à incansável bloguista. Parabéns também a todos quantos que por cá passam. É assim, persistindo na tarefa - com altos e baixos - que a memória perdura. E o que não ficar gravado na pedra... fica aqui.

    Bem hajam e continuem assim.
    Abraço Paula.
    António

    ResponderEliminar
  20. Bem haja António.
    Tudo tem uma "estória" e faz parte da história (mesmo os blogues) e o que ficará gravado para a posteridade é que o novo blog escolheu a história passada e não a contemporânea.É assim, cada um escolhe o que é melhor, o mais bonito, da sua terra, e eu escolhi a história passada e ainda não me arrependi.

    Abr./Paula

    ResponderEliminar
  21. Paula,

    Estava lembrando enquanto lia o post acima, a primeira vez que vim aqui. Estava visitando a nossa querida e saudosa Tina, quando vi um comentário seu. Raramente, ou quase nunca, eu leio os comentários nos blogs que visito. Mas, nesse dia, foi tão especial que vim parar em Forninhos. Risos
    Amo vir aqui e ler sobre o seu povo. Amo essas fotos antigas que as pessoas doam gentilmente para você publicar e nos mostrar.
    O trabalho que você faz aqui é lindo, e tenho certeza que daqui há muitos anos, muitos terão ainda como contar sobre esse povo, através de coisas publicadas aqui.
    Parabéns ao Blog Forninhos e a você pelo carinho que o conduz.
    Bejos

    ResponderEliminar
  22. Olá Lucinha,
    Quanta honra. Obrigada.
    As fotos antigas são interessantes, aliás, costumo dizer que a fotografia antiga é um mundo e por isso eu fico contente por haver pessoas boas a ceder tanta fotografia à página dos forninhenses, mas simultaneamente há umas quantas ‘boas’ pessoas que não sei porquê não gostam de partilhar as suas fotos nesta página e há ainda uma boa parte que não contribui e, no entanto, retira o que publicamos! Lá têm a sua razão (se é que a têm).
    Aqui o fotógrafo esmerou-se para captar este momento religioso e, sem querer, eternizou uma moldura verdadeiramente impressionante (pelo menos para as gerações mais novas): a paisagem que rodeava aquela procissão, o detalhe dos rolheiros do centeio, a crianças e bandeira Cruzada, os poucos andores. Mas tudo muda… por isso é que eu fico tão contente por ter esta página para publicar fotografias antigas como estas aqui e poder exprimir o que me vai na alma.

    Beijo
    Paula

    ResponderEliminar

  23. Paula

    Um grande abraco para ti e para todos os que colaboram , sempre em frente. o futuro a Deus pertence.

    ResponderEliminar
  24. É difícil antecipar o que o ‘novo blog’ vai escrever no futuro, mas se Deus o permitir irei com todo o gosto celebrar e lembrar, todos os dias 9 de Novembro, o que foi escrito por mim, pelos colaboradores ou ex-colaboradores e tirar as devidas ilações!
    Para o ano, se cá andar, até posso recordar/repetir o que foi escrito a 9 de Novembro de 2010 e 2011.
    Vamos em frente, porque, como alguém dizia "mais acima à água fresca"!

    ResponderEliminar
  25. Anónimo11/16/2012

    BOA NOITE A TODOS.
    SENTIA SAUDADES DO REGRESSO A ESTE BLOG, QUE POR VICISSITUDES DA VIDA, DEIXEI UM POUCO PARA TRAS.
    MAS NAO ESQUECI, JAMAIS.
    A VIDA PREGA PARTIDAS.
    3 ANOS, FOI ONTEM E NAO ME VOU ALONGAR, NEM COMENTAR O PERCURSO, UM CAMINHO SOBRE PEDRAS E TANTAS MONTANHAS VENCIDAS.
    POR UMA MULHER-PAULA ALBUQUERQUE-UM EXEMPLO PARA TODOS.
    PELO ESTOICISMO, REMAR CONTRA-MARE, AMOR E DETERMINACAO.
    JAMAIS, AMIGA, DEIXARIA DE TE MANIFESTAR TODO O MEU RESPEITO E APRECO PELO TEU TRABALHO E EXEMPLO DO REGISTO DE UM PASSADO, HOJE PRESENTE E FUTURO AMANHA.
    AS AUTARQUIAS QUE PONHAM OS OLHOS NO TEU LABOR, AUDACIA E INTELIGENCIA.
    SEM GASTAREM MUITO DINHEIRO, MAS COM AMOR PELAS RAIZES.
    PAULA, NAO PODES OBSTAR A QUE ENCERREM ESCOLAS, MAS NAO DEIXAS QUE AMORDACEM AS TRADICOES.
    UM GARNDE BEM-HAJA E UM BEIJO DE AGRADECIMENTO.
    XICOALMEIDA

    ResponderEliminar
  26. O teu apoio Xico fica muito bem aqui e já sentíamos a tua falta.
    A vida prega partidas, mas pior são as rasteiras que nos pregam e por tal é que eu gosto cada vez mais de remar contra a maré, mesmo sendo necessário um esforço físico e de escrita maior. Afinal sem esforço nada se consegue!
    A(s) autarquia(s):
    Como uma boa fatia de visitantes sabe, nenhum apoio deu a esta página, julgo que porque ninguém escreveu tão bem de Forninhos!
    Na minha opinião, pelo menos, a autarquia local, devia agradecer a TODOS os que aqui escrevem sobre Forninhos de forma positiva e sem gastar muito dinheiro…nem sei bem se gastei dinheiro!
    Aguardemos...pois!

    ResponderEliminar
  27. Muitos e cinceros parabêns.
    Pelo trabalho aqui desenvolvido, e pelo que nos dás a conhecer da nossa Terra.
    Sei que já muito aprendi desde que visito o teu Blog.
    A autarquia ou outros, sabem que és tu que manda para esse Mundo inteiro o que de melhor existe na nossa Terra, Forninhos, dizes o que te vem na Alma e isso é bom, proteger a nossa terra, mais haviam de sentir o que sentes,...o que sinto por Forninhos, aminha terra Natal.
    Continua.

    ResponderEliminar
  28. Obrigada amigo Pires pelo elogio, como mesmo dizes, só digo o que me vai na alma, comentários só para impressionar ou agradar A e B, não são do meu feitio.

    Para finalizar, algumas palavras de Fernando Pessoa:

    "Para o homem vulgar, sentir é viver, e pensar é saber viver. Para mim, pensar é viver e sentir não é mais que o alimento de pensar.".

    ResponderEliminar
  29. 3 anos ao serviço da sociedade forninhense em particular e beirã em geral. Talvez o melhor blog sobre um lugar ou sitio em Portugal. Muitos parabéns e continuação de grande sucesso com esta fantástica iniciativa.

    ResponderEliminar
  30. O meu bem-haja Bruno por felicitar este nosso canto, mais ainda por valorizar esta iniciativa de divulgar Forninhos em particular e todas as aldeias da nossa beira. O Bruno também faz um excelente trabalho no "Portugal Aqui Tão Perto". Bem haja também pela partilha.

    Um abraço amigo.

    ResponderEliminar

Não guardes só para ti a tua opinião. Partilha-a com todos.