Seguidores

segunda-feira, 10 de julho de 2017

O Sr. Padre Albano

1917-2017

Certamente todos os párocos tiveram influência na vida religiosa da nossa paróquia - Santa Marinha de Forninhos, mas o Senhor Padre Albano Martins de Sousa, natural da Ranhadinhos, S. Pedro do Sul, pela sua inteligência ou santidade, terá deixado mais vincada a sua passagem pela nossa terra. 
A título de curiosidade foi quem, com o auxílio do povo, nos anos 40 do séc. 20, mandou construir um novo cemitério, dando assim cumprimento à lei que exigia acabar com os enterramentos no adro da igreja, mas sem o povo saber (segundo consta) mandou aumentá-lo. Assim que se soube, toda a gente ficou "contra" o Sr. Padre e à despedida viu bem que não o desculparam por ter tomado a decisão sem ouvir o povo.
Também foi ele que em homenagem aos povos da freguesia de Sezures e Esmolfe, pela sua presença no dia do Espírito Santo, na Senhora dos Verdes, mandou construir o cruzeiro de Nossa Senhora de Fátima e o dos Centenários com a imagem de Nossa Senhora da Conceição, Padroeira de Portugal.
Podemos dizer que foi este sacerdote o que até ao seu tempo mais obras fez.
Mas também teve, mais dissabores, já que no seu tempo não permitiu durante anos bailes em qualquer dia ou lugar da freguesia, ainda assim todos aqueles que com ele privaram, afirmam que o Padre Albano era um bom e santo padre, um exemplo de bondade e dedicação ao próximo.
Muito mais haveria a dizer sobre o Pe. Albano Martins de Sousa, mas por agora fica o essencial - o resto da descoberta ficará a cargo dos forninhenses.
Bem-haja Senhor Padre Albano!
Forninhos devia-lhe esta homenagem.

14 comentários:

  1. São estes homens os verdadeiros representantes de Cristo na Terra. No Barreiro foi o Padre Abílio. Que mandou construir casas para os mais necessitados, e distribuía cestas de alimentos. E quando morreu, a população fez uma "vaquinha" para lhe comprar uma batina nova, que a dele estava toda puída.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu, quando em 2012 alargaram o cemitério ainda tive a esperança que Forninhos homenageasse o Sr. Pe. Albano, mas «nada», no entanto não perdi a esperança de um dia conseguir uma fotografia e fazer neste blogue a homenagem possível. Calhou agora, ano do centenário do seu nascimento.

      Eliminar
  2. Há coisas que apesar de apenas ouvidas, nos marcam.
    Ouvi ao logo da minha criação, falar em nomes de padres que passaram pela nossa paróquia, de modos diferentes, quase parecendo uma dinastia monárquica; quem sucedeu a quem...
    Tanto quanto me foi dado saber, "este" terá sido porventura o mais
    destemido e visionário, apesar de alguns dissabores que não posso deixar de associar aos constrangimentos na altura impostos pelo estado novo associado ao clero que "conduziam" as almas.
    Os dois maiores "pecados" que teve, foi além dos "eróticos" bailaricos proíbidos,estes se irem desenrolar mata adentro e o cheiro da resina dos pinheiros, aguçar a mãe natureza, mas a questão do cemitério e o seu alargamento pelo que foi condenado por ser no meio (tal como hoje subsiste) nas intrigas de comissões díspares da igreja às quais não se rendeu e avançou sózinho, são coisas que ainda hoje enfermam as recordaçoes dos mais velhos apesar de dizerem...Um Santo Homem.
    Passou por aqui pouco mais de meia dúzia de anos e entre afrontos e carinhos, deixou obra e penso que saudades quando partiu para o Satão dando continuidade à sua acção sacerdotal.
    Não deixa de ser curioso que passados tantos anos, mais precisamente em 18 de Junho de 2011, esta linda vila da região do Dão e onde veio a morrer, o tenha homenageado com uma estátua na ala do alargamento do cemitério, o mesmo em que jaz sepultado conjuntamente com uma das suas quatro irmãs.
    Bem haja, Sr. Padre Albano.
    .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fizeram aquilo que Forninhos não fez e devia/podia ter feito!
      A comunidade santense assinalou também este ano o centenário do nascimento do padre Albano, que nasceu a 1 de Julho de 1917.
      Mas recuando no tempo, sabias que o Pe. Albano, homem alto e esguio, também era músico e tocava órgão, o órgão da nossa igreja?
      Há até quem diga que foi ele autor do hino da profissão de fé "Compromissos tomei no Baptismo/Mas foi outrem por mim a falar/Hoje quero porém livremente/Os meus votos aqui renovar". E a repetição, em coro, hoje, hoje quero...
      Não sei se é por haver poucas crianças, já não o cantam.

      Eliminar
    2. Sei que era irmão de quatro irmãs sendo uma delas freira e um irmão também padre -o padre Horácio - de fraca memória nas recordações paroquiais, segundo diziam, já não sei quem, andou de pistola em punho à procura, segundo ele, dos salafrários que haviam pelos casamentos do entrudo nomeado as irmãs para o burro.
      Mas o padre Albano, era inteligente, ao ponto de quando se ia às casas tirar o folar, em algumas mesas nada era levantado das iguarias pelo sacristão, pois sabia que mais tarde seria recebedor de um alqueire de grão de bico ou outras iguarias que depois partilharia.
      Apenas e a modo de arremato, o aumento dos custos pelo prolongamento do cemitério lhe foi imputado, mas e sem confirmação e já no tempo do Sr. Padre Matos tudo se resolveu a preceito e ainda bem!

      Eliminar
    3. Bem! A lei que proibiu os enterramentos dentro das localidades levou cerca de 56 anos para ser aplicada e o pagamento do cemitério prolongou-se até aos anos 60? É que o Pe. Matos paroquiou Forninhos de 1962 a 1968. Mas também pudera, não havia dinheiro. Havia produtos da agricultura para a sobrevivência, mas não moeda.

      Eliminar
  3. São pessoas assim que nos fazem acreditar na Igreja e na bondade humana e este Homem merecia uma grande homenagem.
    Um abraço e boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sabe Francisco, faltam hoje, nas nossas paróquias Homens/Padres desta qualidade.
      Cont. boa semana/abraço.

      Eliminar
  4. Bonita homenagem a um homem dedicado e com tanto amor. "Era um bom e santo padre, um exemplo de bondade e dedicação ao próximo."

    Abração e, VAMOS ADIANTE, semeando AMOR...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade. Viveu à maneira e ao jeito de Jesus Cristo.
      Beijos&Abraço.

      Eliminar
  5. Em todas as aldeias, os párocos deixaram a sua "marca" tento pelo bem como pelo mal.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade e, diria, até mais de mal do que de bem, mas as muitas boas recordações, momentos e acontecimentos que marcaram a vida deste Padre Albano, ficaram nos corações de todos os forninhenses que tiveram o grato prazer de o conhecer nos anos 40 do Séc. XX.
      Merecia esta homenagem.

      Eliminar
  6. E homenagear só engrandece !!!
    Bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sendo este sacerdote o que até ao seu tempo mais obras fez, merece ser recordado e homenageado.
      Bj/boa noite.

      Eliminar

Não guardes só para ti a tua opinião. Partilha-a com todos.